Segunda-feira, 18 de Maio de 2015

SLB: FELIZES AQUELES A QUEM CERCA A FAMA GLORIOSA

WWWBQG4Z.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por ser uma só a raça dos homens e dos deu­ses, dei­xem que vos traga os pri­mei­ros ver­sos da 7ª Ode Olím­pica de Pín­daro. Pas­sa­ram mais de 2.500 anos e é a mesma a águia que rasga os céus. Marco Valé­rio Mar­cial, romano da grande His­pâ­nia, à águia que levava nas suas asas o deus dos deu­ses, per­gun­tou: “Diz-me quem trans­por­tas tu, ó rai­nha das aves?” A nós, diria eu! O povo rubro que, em festa, enche as ruas de Portugal.

 

 

 

VII Ode Olímpica

 

 

Como alguém que, com a mão opu­lenta,

ergue a taça, onde espuma o rocio da vinha

e a ofe­rece a seu genro,

brin­dando em nome da sua casa pela dele,

– taça que é de ouro maciço e o mais requin­tado

dos seus tesou­ros — para hon­rar o ban­quete~

e a nova ali­ança, e cau­sar emu­la­ção

entre os ami­gos pre­sen­tes

por tão bem logra­dos esponsais,

assim eu, man­dando aos atle­tas vito­ri­o­sos

  este líquido néc­tar, dom das Musas,

doce fruto do espí­rito,

dou ale­gria aos ven­ce­do­res de Del­fos e Olím­pia.

Feli­zes aque­les a quem cerca a fama gloriosa!

 

 

 

Nota – Artigo de Manuel S. Fonseca aqui.

 

 

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

 

 

publicado por Maria Brojo às 08:37
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

"CAMPEÃO É O QUE LEVA O FILHO AO COLO"

  

 

Gosto da festa da vitó­ria, mas con­fesso que gosto mais do jogo. Das vir­tu­des do jogo e das vir­tu­des que vêm com o jogo.

 

E, hoje, na festa da vitó­ria, na Cate­dral, quando os joga­do­res do SLB iam pas­sando com os filhos às cava­li­tas e Lui­são bei­java a mulher na boca, algu­mas das vir­tu­des do jogo tin­gi­ram feliz­mente a festa: ino­cên­cia, afecto, cama­ra­da­gem e o para­guaio Car­doso a apon­tar para a ima­gem de Eusé­bio, dizendo “é para ti”.

 

Os joga­do­res do Ben­fica iam falando à tele­vi­são e retive duas coi­sas. Creio que foi André Gomes que, per­gun­tado sobre o que sig­ni­fica ser cam­peão, disse que era “dar ale­gria aos outros”. Depois, ou já tinha sido antes, Steve Vitó­ria, joga­dor her­cú­leo, massa mus­cu­lar luso-canadiana, com o que era pouco mais do que um bebé nos bra­ços, disse: “Este é um grande clube para ser  ser cam­peão, um grande clube para se fazer a festa com um filho ao colo.”

 

Hoje, dia da res­sur­rei­ção de Jesus (que ao con­trá­rio do Pedro eu tive a ten­ta­ção de cru­ci­fi­car no fim da época pas­sada), a minha ale­gria é estar nesta festa em que um homem pode levar um filho ao colo.

 

Texto de Manuel S. Fonseca no “Escrever é Triste”

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 08:19
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 18 de Março de 2014

SOBRE OS ECOS DO "BIG BANG" E DO BENFICA

 

Autor que não foi possível identificar

 

“Físicos norte-americanos anunciaram hoje a deteção direta de ondas gravitacionais primordiais, os primeiros ecos do "Big Bang", que marcou o nascimento do Universo, há cerca de 14 mil milhões de anos.”

 

Divulgada a notícia por inúmeras fontes na «rede», na imprensa, nas rádios e televisões, injusto mencionar uma só. Melhor que enredos de jargões científicos vídeo que, numa perspetiva simples, conta a história do intrigante acontecimento. Às tantas, foi o eco do “Big Bang” disfarçado de vento que ontem fez voar o Benfica (…)

 

Nota - texto na íntegra aqui. O vídeo abaixo não é o exibido  no "Escrever é Triste". Ambos interessantes, diferentes.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:35
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito
Sábado, 16 de Novembro de 2013

FUTEBOL - MAL ME QUER, BEM ME QUER

 

 

Autor que não foi possível identificar

 

Gosto de desporto, pratiquei alguns durante três décadas com entusiasmo e dedicação. Não sei se pelos relatos na rádio que em menina me eram impingidos aos domingos enquanto o senhor Marques, soldado e «impedido» da casa, lustrava com energia e solarina os dourados das fardas do pai, ter criado desgosto pelo futebol. Recordo um objeto de madeira onde os botões encaixavam para serem reluzidos sem que pingo gorduroso do químico deixasse marcas nos tecidos. Aninhava-me ao pé dele, conversava e ouvia-lhe as histórias. Não tardou, fiquei amiga dos filhos, sendo que o mais próximo em idade é hoje entidade respeitada na ciência em Portugal e noutras bandas que ao mundo pertencem. Como não era destituída de curiosidade e entendimento, muito lhe devo por motivações que absorvi e permanecem.

 

Deve ter sido por essa altura, que reinando o Futebol Clube do Porto em casa, adotei simpatia, jamais disso passou, pelo Benfica idolatrado pelo avô julgo que à conta do Eusébio. Curioso era assistir a desafios entre os dois clubes no convívio amigável e bem-humorado dos avós e dos pais – a mãe tornou-se portista ferrenha, enquanto à avó tanto se lhe dava. A mãe bordava, a avó dormitava. Os golos dum ou do outro clube eram aplaudidos por todos; a tal chegava o amor familiar. Esta tolerância aprendida cedo viria a integrá-la na personalidade que desenvolvi. Não me queixo.

 

Problema foi ter absorvido superstição, logo eu que a rejeito em qualquer forma e nela evito cair, de enviar «malapata» ao clube do meu coração, a Académica, se jogava. Não ouvia relatos nem via os desafios pela televisão, convencida que perderia pela certa se um mau-olhado algures em mim alojado interviesse. Ficou-me a mania. Ainda no presente, recuso saber de jogos da seleção nacional ou do Benfica ou da Académica. Ressalvo os resultados obtidos que após me preocupam e investigo. Pior: diverte-me ouvir os comentários dos «doutores da bola». Utilizam jargões suntuosos. A propósito do confronto da nossa seleção com os nórdicos, captei este: _ “O Ronaldo teve de comer a relva para marcar o golo.”

 

Ganhando a seleção por um «tento» - outro termo que adoro do «futebolês» –, sorri ainda o sábado nascera nem há meia dúzia de horas.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 08:06
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito
Terça-feira, 14 de Maio de 2013

ÁGUIA EM CAMPO DE TULIPAS

 

Autor que não foi possível identificar e Cbeattie

 

Porque amanhã Portugal equipa-se de encarnado, que a águia voe alto e certeira sobre um campo de tulipas.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:29
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2013

BENFICA, NAMOROS E ASTERÓIDE

 

Lynne Sinclair Taylor – Lovers embrace

 

1 - Não é que o Benfica sugere festejo com desconto para namorados no desafio a 17 deste mês na Luz? Assim prolongado o dia de S. Valentim, parece que os casais precisam de incentivos rubros para namoro continuado. Ato benemérito: em muitos deles, só com empurrão e vale de desconto saem juntos de mão na mão.

 

2- O asteroide denominado 2012 DA14, possui um diâmetro de aproximadamente 55 metros e passará muito próximo da Terra em 15 de Fevereiro de 2013, a 27.500 km (vinte e sete mil e quinhentos quilómetros), o que representa uma distância menor que os satélites geoestacionários. Brilhará com magnitude 7, fora do alcance da visão a olho nu, mas poderá ser visto com telescópios. A maior aproximação acontece às 19h25 UT. Não há risco de colisão com a Terra. Ufff! (http://en.wikipedia.org/wiki/2012_DA14)

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:32
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2012

“SORTIDO FINO”

Gil Elvgren, Peter Driben

  •  “Portugueses percebem que Maçonaria serve para subir na vida e 700 mil desempregados deixam de fazer fila no Centro de Emprego e fazem fila na Loja Mozart. Bem dizia o grande Eça de Queiroz que Portugal é uma choldra. E não é que a secretíssima Maçonaria virou tema de conversa nos cafés, entre minis e tremoços, como se fosse o Benfica, sendo os membros da Maçonaria já tão conhecidos como Aimar, Saviola e Cardozo!

Todos os dias, surgem na TV e nos jornais, políticos e empresários com ar embaraçado, negando serem maçons e jurando a pés juntos nunca terem estado numa reunião maçónica. Porra, que exagero, até parece que são acusados de violar putos da Casa Pia na casa de Elvas! E os que se assumem maçons dizem que as reuniões se limitam ao convívio entre membros, como se a Loja Mozart fosse uma espécie de Alunos de Apolo, onde o António Arnaut dança o tango com o Luís Montenegro! O único motivo que deve embaraçar os maçons é que nas Lojas não há mulheres. Querem ver que afinal de contas os clientes do Finalmente não são gays, mas maçons? A.M

 

Comentário: _ Existem mulheres e muitas. Importância semelhante à masculina. E não, as Lojasnada têm de cafés dançantes, embora haja direito a bufete/convívio no final. Cada um contribui. Saber do visto, não da pertença o que também não teria a menor importância. Sublinhado apenas para legitimar objectividade. 

  • “Os resultados duma sondagem da Aximage para o Correio da Manhã dá o PSD com a maior impopularidade desde Junho de 2011. Como escreve o Jornal de Negócios, “há oito meses que a diferença de intenções de voto dos portugueses nos socialistas e nos social-democratas não era tão reduzida”

"As sondagens valem o que valem — fica sempre bem repetir o chavão. (…) Opiniões recolhidas entre 3 e 6 de Janeiro — isto é, antes dos acontecimentos terem ultrapassado o poder de controlo comunicacional do governo Relvas/Portas, perdão, Passos/Portas, e nomeadamente antes da Catrogada, dos sucessivos mini-escândalos de nomeações e da cena dos aventais (que, sejamos justos, afecta mais o partido laranja do governo do que o partido azul, e quase não machuca o PS, apesar da eventual maior preponderância de maçónicos neste).” 

  •  “António Capucho diz que o salário de Eduardo Catroga é "escandaloso" e vai reflectir-se na conta da electricidade. Este senhor que vai presidir este órgão, isso é que é um escândalo, vai ganhar 11, 12 vezes do que por exemplo, ganha o António Costa, presidente da Câmara de Lisboa, ou Rui Rio, Presidente da Câmara do Porto. Mais grave que isso é que se esquece de dizer que o vencimento dele, embora aquilo seja uma empresa privada, vai ser repercutido na factura de electricidade que me chega a casa todos os meses.” 

Comentário: _ Quem assim fala de gago nada tem. De telhados de vidro, nada sei.

  • Numa «têvê», Eduardo Catroga afirmou semelhante a isto: _ Não sei quanto vou ganhar na EDP. Não me movem critérios materiais, mas se a lei o permitir, acumularei o novo vencimento com a reforma.

Comentário: _ A vida dos pobrezinhos é um mistério!

  • “Os deputados suecos recebem cerca de €5400 mensais. Se viverem fora de Estocolmo, recebem um subsídio de refeição de €12; podem ficar, durante a semana, em pequenos apartamentos T1 disponibilizados pelo Estado, com cozinhas e lavandarias comunitárias; e não têm nem secretários, nem assessores, nem automóveis de serviço."

Comentário: _ Se, proporcionalmente com o nível de vida, cá nevasse como lá, a Assembleia esvaziava-se.

  •  Para desanuviar, que as reflexões anteriores são profundas (?!...).Verdade, verdadinha e acontecido com a Dobra do Grito.

Depois de um discurso em que usei a palavra arbitrário, pergunta pornta:

_ O que é isso do arbitrário?

_ Eu sei, eu sei (um ser enusiamado de braço no ar).

_ Então diga lá o que é.

_ Então, é aquela coisa que passa de pais para filhos!

 

Outra com idêntica fonte:

_ Oh professora, o que é um apóstolo?
(alma espera de dedo no ar): _ Eu sei, eu sei.
_ Então diga lá!
_ É aquele acento que se põe em cima das letras.

 

Sem comentários.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:39
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2011

ESQUIFES, FORCAS E OUTROS SIGNOS

DiegoRivera (Guanajuato, 8 de Dezembro, de 1886 – San Ángel, 24 de Novembro de 1957), Frida Kahlo

 

Para quem trabalha no horário que já foi das nove às cinco e agora termina quando calha dando jeito ao patrão, é de aproveitar este oito de Dezembro para despedir o sono atrasado da semana. De caminho, é juntar a despedida deste feriado santo, das ‘As’ sem portagens, duns euros mensais, do “vou ali já venho que a ‘Ax’ é rápida e ponho-me lá num pulo”. Para gozar ócios nesta quinta melhor ficar em casa com um livro na mão ou caminhar em passo estugado no espaço verde mais próximo ou entreter a família com jogos que todos envolvam ou repor a conversa comum em dia. Vale o fecho da maioria do comércio de bairro que assim desvia de gastos os passantes e contribui para a nossa economia subir um degrau a caminho da forca em espera.

 

Recuados estão os ânimos do “não pagamos, não pagamos!” Agora, após o jogo do «glorioso» na Luz, reúnem-se meia dúzia de revoltados junto às novas portagens que começaram a sacar às zero horas d’hoje. Mascaram-se de Cavaco, de Sócrates, de Pedro Passos Coelho sem esquecerem, lá para os Algarves, Paulo Portas, Macário Correia e os deputados algarvios Miguel Freitas (PS) e Mendes Bota (PSD). Um esquife com a forma do mapa algarvio e está feita a «manif». “Juram a pés juntos” utilizarem doravante a mortífera “125 Azul”, resistem um par de horas e, depois, “ala pra cama que se faz tarde, tenho a mulher à espera e não quero que me atazane logo hoje q’tou feliz como um alho por o Benfica continuar na Liga dos Campeões.”

 

Durante este feriado que à meia-noite vai a enterrar sem honra nem glória, são prováveis pedras, cacetadas e uns “agarrem-me que me vou a eles” por gargantas inflamadas e espíritos tementes a passarem por indignados com outros valentes «eles».

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

Lembra o Google: 125º aniversário de Diego Rivera (Guanajuato, 8 de Dezembro, de 1886 – San Ángel, 24 de Novembro de 1957).

 

publicado por Maria Brojo às 08:33
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (15) | favorito
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

A «DESCOISA» CHAMADA DERBY

 

Jennifer Janesko

 

A «descoisa» clássica chamada derby foi comummente precedida pela chegada dos adeptos encarnados ao verde careca de Alvalade. Pela descrição dos cuidados policiais, parecia estar o Campo Grande e 2ª Circular sujeitas a terrorismo «etista», da Al-Qaeda ou do Hamas.

 

Inocentes condutores, no regresso a casa após dia de estafa, aguentaram em fila (im)paciente a marcha guerrilheira e gritada dos «tifosados» lisboetas. Rivais, são ditos. A «descoisa» tem piada: espicaçam-se mutuamente, insultam-se, olham, unanimemente cobiçosos, as capitosas meninas dos pompons, aliviam testosterona na forma de rugidos. Começado o desafio, a «mole» química vira humana. Primitiva, mas de homo sapiens feita. Berra impropérios contra o Di Maria e outros atrevidos nas balizas.

 

Conquista de bola expulsa contendor. Goooooooooooooolo do Benfica!, David Luís e um a zero. Onze contra dez, como vai sendo hábito. Sporting desaustinado. Os comentadores multiplicam adrenalinas e observações extraordinárias – “peixe num aquário”, uma delas. A multidão espectadora – esperada e não chegada – ulula.

 

Em casa, adeptos do sofá, engasgam a sopa e comandam silêncio à garotada. Adolescentes partilham a vibração do ecrã. Talvez cachecóis poeirentos agitados entre a garfada da janta e o livre de Carlos Martins. Apita ou não o Malquerença («diacho» de nome!)?


Amanhã é outro dia, mas quem dele quer saber quando a Taça da Liga é despique? Atira o relator de serviço;
- “Di Maria endiabrado. Joga para o Mundial.”
Ramirez, goooooooooooooolo! Dois a zero. Liedson, o «levezinho», enfia o terceiro. Goooooooooooooolo! Dois a um.

 

Desliguei o ligado. Como testemunha dou, superstição comezinha, má sorte ao clube preferência. Soando matinas, é conhecido o resultado, «recomentado» e requentado. Engavetado, o cachecol/herança não saiu. Cetim preto debruado a encarnado, sim. Macio, sobre a pele, foi melhor que muitos a um.
 
CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 06:15
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 19 de Junho de 2009

PROZAC E CARRASCÃO

Zamknij Okno
 
Quem hoje espreitar a banca/montra dum quiosque, as gordas dos jornais comeram o mesmo: Moniz e a candidatura que não apresentou à presidência do Benfica. Parece que “faltou um bocadinho assim” como no anúncio do petit suisse, o tal queijo fresco vitaminado cujo dom é fazer crescer. Ingerisse o Benfica vários Danoninhos por dia e não estaria como está. Tenho para mim, que em vez de vitaminas lácteas, o clube e muitos de nós engolimos Prozac com vinho cascarrão.
 
Como povo, sempre que nos sentimos acossados, refugiamo-nos no futebol. Pode faltar pão na mesa, mas o adepto vai à bola. Enquanto aplaude ou assobia, insulta e dá pulos, esquece desgraças. Faz bem. As dívidas que o assombram não as paga com tristezas.
 
Os milhões do Ronaldo, os treinadores que mudam de «casa», os dentes do Cissokho que assustaram o Milan, a possibilidade do Moniz trocar a TVI pelo Glorioso foram e são cabeçalhos espalhafatosos. Alienação? Nem um pouco! Antes cumprem a estranha lei da compensação.
 
CAFÉ DA MANHÃ
 
publicado por Maria Brojo às 09:00
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (6) | favorito
mariabrojo@gmail.com

Recomendo:

Exposição de Artes Plásticas - Conceito

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

últ. comentários

continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)
Como a Noite é Longa!Como a noite é longa! Toda a ...
vc e muito gostosa que ti comer

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds