Segunda-feira, 21 de Março de 2011

A RAIVA DA CONTENÇÃO

 

Blake Flynn

 

A publicidade, como lhe compete, adapta-se aos novos tempos. Na televisiva e radiofónica, a mensagem ‘poupar’ ganha intervalos de tempo progressivamente maiores se todos bem somados. Contradição quando o objectivo é vender para alguém comprar. Mas, no subliminar, lá está o alvo primordial: consumir.

 

Por modos outros - crise política, económica/financeira, social - é recomendada contenção. Autocontrolo nos comportamentos, nos gastos. Estudos importados e sérios garantem relação entre agressividade e autocontrolo. Os obrigados a limitar consumos que derrapam num apelo tendem a focar a atenção em rostos que exprimam raiva e menos nos que reflectem medo. Da mesma maneira, quem faz dietas e come fruta em vez do bolo cremoso que lhe apetece escolhe filmes violentos onde é exibida vingança. Quem não conhece o humor canino dos que optam por regimes de emagrecimento ou de privação tabágica?

 

Termos impositivos como ‘precisa de’, ‘tem de’ provocam irritabilidade naqueles cujo autocontrolo está em alta. Os responsáveis das políticas que a todos abrangem devem estar alerta sobre as consequências dos encorajamentos negativos, imediatistas, nas atitudes quotidianas dos cidadãos. Substituí-los por incentivos positivos a longo prazo pode ser factor decisivo na paz social e no empenho em saudáveis mudanças comportamentais. Talvez suavizado o acabrunhamento de que padecemos e que nada contribui para o bem comum.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

Porque é Dia Mundial da Poesia, Herberto Helder por Mário Viegas e Rodrigo Leão.

 

 

publicado por Maria Brojo às 09:18
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito
14 comentários:
De -pirata-vermelho- a 21 de Março de 2011 às 09:57
Aquele texto mais a cara do Viegas prenunciam algum desastre?
De -pirata-vermelho- a 21 de Março de 2011 às 10:02
A homenagem ao Helder, ímplicita, fica muito bem mas o descuido com o actor, explícita... cuidado!
É a primeira vez que oiço o Viegas dizer sem que se perceba - a gravação não presta e a dona da casa pode mudar.






(a mania dos dias disto e daquilo é um bocado irritante; prende-se com o que comenta? Vai ver que sim - nos consumos e nos apaziguamentos)
De cao do nilo a 21 de Março de 2011 às 14:48
CONSUMOS:

Na aula de História

Professora -António a quem se deve o pinhal de Leiria?

António- Porra Stôra essa merda também nao está paga?
De cao do Nilo a 21 de Março de 2011 às 14:50
APAZIGUAMENTOS


Ódespois.
De Cao do Nilo a 21 de Março de 2011 às 22:03
OOOpss...

Pelo porra e merda falta disciplinar para o aluno e suspensao para mim.
PERDAO
De Cao do Nilo a 21 de Março de 2011 às 12:36
... e na fotocomposicao aquela coisa ao meio é o muro de Berlim?
F.word
De -pirata-vermelho- a 21 de Março de 2011 às 10:05
Bonjour







(démodé, para alimentar oego ao outro e para não perder o français como língua de cultura ou já ninguem se lembra? Sabe que há escolas onde se ensina inglês e alemão em vez de francês? É cómico ou não?)
De -pirata-vermelho- a 21 de Março de 2011 às 10:13
'bora,
vamos todos ler o Schiller em vez do Voltaire ou o Goethe em vez do Proust.
Ou o Grass para entreter! É muito mais fácil e muito mais próximo de nós. Ist'aqui nem nunca foi afrancesado... desde o sécXII! Ist'é PURTUGAL. VIVA!
De Cao do Nilo a 21 de Março de 2011 às 12:20
Teresa C:
Cara mia

Consommer plus vivre moins...

Ditadura ou democracia....

Libia ou petróleo?

Ou rédea curta e porrada na garupa?

But one day... (titulo de disco da Ute Lemper)


Bem haja pela pela lembranca do dia!
E cá vai:


you tube:

John Keats Trust

pâques a New York- Cendrars(Ekoué)avi


Federico Garcia Lorca Leonard Cohen


Valsa das Folhas Secas caindo de José Gomes Ferreira


Portugal tem de ser qualquer coisa de asseado




E esta poesia faduncho?

Carlos macedo rouxinol da caneira sic
De Cao do Nilo a 21 de Março de 2011 às 12:28
Já me esquecia e nao me perdoaria

Ainda no you tube (where else?):

ME GUSTAS QUANDO CALLAS



P. S. Have a nice poetry day!
De Cao do Nilo a 21 de Março de 2011 às 14:37
Porra como eu gosto de poesia(boa)
Só para melómanos:

E agora José- Carlos Drummond de Andrade


Ps: A sua segunda bica é telúrica. Faz lembrar places...and roots...
De Perseu a 21 de Março de 2011 às 22:04

Nãoi sei se estou a lalar da mesma coisa,mas não será esre 'eespanejar' de aves decorativas não seáo uma forma,ou um ritual de auto publicidade?
De Perseu a 21 de Março de 2011 às 22:19
QUIS ESCREVER;

Não sei se estoiu a falar da mesma coisa,mas não será este espanejar de aves decorativas uma forma ,ou ritual,de uma auto publicidade?
Presunção e agua benta...
De Veneno C. a 22 de Março de 2011 às 01:12
Porque detesto a (má?) publicidade, faço-a à poesia:


http://livros.sapo.pt/noticias/artigo/53600.html

http://vadiando.blogs.sapo.pt/

http://vadiando.blogs.sapo.pt/68481.html

http://www.vadiando.com/archives/cat_as_estacoes.html

Comentar post

últ. comentários

Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds