Sexta-feira, 6 de Maio de 2011

DA «FRANCESINHA» A REVOLUÇÃO NACIONAL

Jeanne Illenye, Frank Tonido

 

Ignorava, ouvi e dei razão: a «francesinha» foi eleita uma das dez melhores sanduíches do mundo. A honra foi conferida à genuína «francezinha», dita do Porto, confeccionada sem abastardamentos. Muitas variações servidas por todo o lado não almejam em sabor os calcanhares, assim os tivesse a montanha calórica e de sustento nascida na cidade tripeira.

 

Se o que produzimos é, pela qualidade, reconhecido lá fora, porque nos subordinamos a atafulhar o frigorífico de perecíveis importados? Mais lustrosos, tamanho crescido? Sim e não – também os produtos criados em solo nosso apresentam, na maioria, idêntica aparência. E se as manipulações genéticas, o tempo de conservação refrigerada das frutas, tubérculos e legumes retiraram sabor antigo, resta motivo decisivo para os preferirmos: euros do custo não se esgueiram pela fronteira. E se deles multiplicados por muitos precisamos…

 

Nestes dias de muitas imposições, mais uma viria a propósito: nas mercearias e supermercados, separar o que da estranja entra do produto nacional claramente identificado. Optar pelo nosso é acto de defesa que merecemos. Preços mais elevados uns cêntimos não devem distrair-nos deste acto de cidadania/revolução nacional – continuamos a despender em utilidades discutíveis fracções dos salários emagrecidos. Aumentadas as vendas do nascido sob olhar atento dos agricultores portugueses, esbater-se-iam diferenças de preços.

 

Identificação do que nos pertence, já! Não admito encher bolsos alheios quando os nossos estão vazos.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 09:01
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
39 comentários:
De -pirata-vermelho- a 6 de Maio de 2011
Sim.


... e as férias na Jamaica?
... e o carrito para mostrar às mninas?
... e as cigarrilhas?
... e os trapos?
Vamos ao CCB dizer '0lá' ou quê?


... é uma terra de matarroanos!
ou quem pensa lê e daí, vê?



Bonjour, il fait soleil.
De cao a 6 de Maio de 2011
Pardon?

Il fait beau...
De Cao a 6 de Maio de 2011
...Le soleil brille dans le ciel ...
De cao a 6 de Maio de 2011
Comment?

Matarroanos?ou no pano cai sempre a nódoa... sempre.
Au revoir et a toute allure... pardon... a toute a l`heue.
De Cao a 6 de Maio de 2011
Pardon...
A toute a l`heure...


Fadistas outras:

THE ART OF AMALIA (Part13- Folk music)
De c a 6 de Maio de 2011
claro que não... olhe que não...

matarruano
(talvez de mato)
s. m.
Pessoa rude ou pouco sofisticada. = labrego, pacóvio, saloio, simplório
De -pirata-vermelho- a 6 de Maio de 2011
'tá parv'ó quê?
ici il fait soleil
De Cao a 6 de Maio de 2011
Pardon, ici il fait beau... la bas je ne sais pas...

No stress pal... just to get answers...

When das wetter gut ist...mussen wir zum garten gehen....
De c a 6 de Maio de 2011
ou antes

à tout à l'heure et il fait beau quand il y a du soleil

http://www.dailymotion.com/video/xcnsze_il-y-a-du-soleil-sur-la-france_music
De -pirata-vermelho- a 6 de Maio de 2011
Ja, aber ich spreche nür ein wenig Deutsch
e
'il fait soleil ici' ou você pensa qu'eu estou a falar espanhol?

O 'matarroano' é resvalamento, competência profunda do falante que ultrapassa a norma mas tem razão, pode levar a bola para casa .
De Do Nilo a 7 de Maio de 2011
Voce é burro ou quoi?
Agora o petite rouge2 fala espanhol em vez de castelhano?...
Ai esse verniz....
Bonjour....
De c a 6 de Maio de 2011
oui... il faut dire qu'il est là ;-)

mais... (mééééé)

http://www.youtube.com/watch?v=HvlvB7K3RlM
De Maria Brojo a 9 de Maio de 2011
Pirata-Vermelho - gosto tanto de si mesmo que isso o irrite!
De -pirata-vermelho- a 6 de Maio de 2011
Canta bem, a rapariguita...
apresenta jeito de fadista.



Ond'é qu'ela aprendeu?
De Maria Brojo a 9 de Maio de 2011
Pirata-Vermelho - comigo não foi pela certa - nem no duche me atrevo e os 'parabéns a você' são desastre maior.
De -pirata-vermelho- a 6 de Maio de 2011
(Devia ter apresentado o viola. É uma autoridade...)
De Maria Brojo a 9 de Maio de 2011
Pirata-Vermelho - «varreu-se-me» que quer?!...
De Veneno C. a 6 de Maio de 2011
Gostava que tivesse (alguma) razão no almejar... qual será o sentido?

(alma + -ejar)
v. tr.
1. Desejar muito, com ânsia.
v. intr.
2. Agonizar.

Também gostava que tivesse (toda) a razão quanto à tal separação: a opção deve ser um acto voluntário, não fruto duma provocação, pois estamos sujeitos a retaliações por segregação.

Já não gosto tanto dos 'vazos'... pois presumo que sejam vazios ?

E sim, que Deus nos perdoe, se o egoísmo (um biguismo) nos envergonha, desatinados :-(

http://umbiguismos.blogspot.com/

"Zanguei me com meu amor"

http://www.youtube.com/watch?v=iS9VWnpVqFU
De Maria Brojo a 9 de Maio de 2011
Veneno C. - 'não atingem' é sinónimo de 'não almejam'. D'accord?
De Veneno C. a 9 de Maio de 2011
Contrariado, sim (voluntário à força). ;-)

Almejar é desejar. Elas desejam... mas não conseguem. Não chegam aos calcanhares das outras.

Então, almejam atingir em sabor os calcanhares ...

Será que os Finlandeses se aperceberam disso?

Ruoan valmistus kestää syystä tai toisesta helvetin kauan, mutta sehän ei haittaa kun tuopilliset Super Bockia ovat halpaa kuin saippua. Ruoka saapuu vihdoin, ja voin vain todeta paikallisen krapularuoan (francezina tjsp.) olevan aivan helvetin suolaista, ja kuka muutenkin uittaa leipää ja ranskalaisia keitossa? Nooh, nyt kävi näin, saanpahan syötyä loppuun toisin kuin viereiset herrasmiehet jotka tuskailevat turskansa kanssa.»

Qual será a opinião do Otilan koira ? ;-)

http://futisforum2.org/index.php?topic=40761.50
De fortevitor@hotmail.com a 6 de Maio de 2011
Santa ingenuidade....ou é só vira milho?
batatas , milho ,trigo etc etc. e tal ,sabe as toneladas que se importam?
e a so called globalizaçao...
E os Ps e Psd que tudo arrasaram no que se refere a agricultura ,pescas etc.
Mas ,gente de fraca memória e analfabetismo político crónico voltará a votar no mais do mesmo...
Ai D. Tereza assim a gente nao se entende...
Quanto ao fado nem só de bobones vive o homem
Ora aprecie(m)

You tube

Fado Manuel de Almeida- Teus olhos sao dois garotos



e ainda no supracitado youtube...



Nao sou fadista de raça
De Maria Brojo a 9 de Maio de 2011
Cão do Nilo - a 6 e a 9 do corrente, ficou lavrado o seu descontamento. Como consegue aturar-me ainda assim?

As sugestões deixadas seduzem-me. Thanks!
De cubamagica a 6 de Maio de 2011
Que Deus lhe Perdoe, de facto, que bem precisa de Lhe pedir perdão!
De cao a 6 de Maio de 2011
Esta é dedicada ao cubo da cuba...
Youtube

ENA PÁ 2000-Marilú

De c a 6 de Maio de 2011
a festa dos abutres?

"ENA PÁ 2000, 20 anos a Pedalar na Bosta"
A 30 de Novembro de 2004, na noite em que o governo caiu, os Ena Pá 2000 subiram ao palco do Paradise Garage em Lisboa para o memorável concerto de aniversário dos 20 anos da banda.

é uma alegria... já o FMI então devia...

http://www.youtube.com/watch?v=0N3dHY5gNOI
De perseu a 6 de Maio de 2011
1ºpARAGRAFO.
Creio que a Teresa apreciou esse manjar dos deuses no seu templo,o celebérrimo MAGESTIC,uma autenbtica joia mundial

2ºPARAGRAFO.
Talvez influencias do Eça quando escreveu; A
civilização começa além Pirineus.Claro que isso é uma compteta impossibilidade na medida em que grande parte do habitantes de Portugal,agora um ptotectorado,jamaois leu Eça.Portanto é a afirmação da naciona parolice,quarenta anos de ditadura+trinta e sete de "cultura".

3º PARAGRAFO.
Pois se um certo primeiro ministro,atento venerando e subserviente ao dikat da ue,mandou arrancar vinhas, desactivar a maioria da nossa frota pesqueira,desencentivar a agricultura,nomeadamente a de cereais,e desmantelar a nossa marinha de comercio,outro resultado não seria de esoerar que não este?Curiosamemente esse cidaão,tal como os bivalves,vive dentro da sua casca,quando vem à superfice e apenas para lançar uns "mijaretes".
Pois que vivam os transgénicos,que vivam as mistelas chinocas,abençoadoa mack-donalds,abençoado fast-food.
De Do Nilo a 7 de Maio de 2011
Obrigado Perseu.
E Teresa depois disto de que serve encanar a perna à ra e comprar nacional.?
Será por ser chic ,bon genre e Bloco de Esquerda (de esquerda?)
desculpe a grosseirice mas veja l.a se atina . O outro é copisiga e a mnina qualquer dia é vira milho...
eo livrito?
De c a 7 de Maio de 2011
vamos pôr mais nomes:

- quem foi o 1º que mandou arrancar vinhas, etc., etc.?

- qual a qualificação adequada para o Perseu?

- qual o melhor epi teto para o cão? será vira-latas ;-))

http://www.youtube.com/watch?v=uG1JchJ0tec
De c a 7 de Maio de 2011
ou cão-cantor ;-))

http://www.youtube.com/watch?v=ZnnRf9p2pNw&NR=1

canta que logo bebes...

http://www.youtube.com/watch?v=pSOBtayB8m8
De c a 7 de Maio de 2011
canta Cavaco: qu'a vida vai milho'ra'...

http://www.youtube.com/watch?v=FxQB1FYLu5k

é di'vaga'...di'vagarinho... (na Coelha)

http://www.youtube.com/watch?v=53UdtVlteYg
De do Nilo a 7 de Maio de 2011
Depois desta cáfila de politiqueiros e acólitos rebentar com este chiqueiro mal frequentado.. comprar português? Comment


Portugal atravessa um dos momentos mais difíceis da sua história que terá que resolver com urgência, sob o perigo de deflagrar crescentes tensões e consequentes convulsões sociais.

Importa em primeiro lugar averiguar as causas. Devem - se sobretudo à má aplicação dos dinheiros emprestados pela CE para o esforço de adesão e adaptação às exigências da união.

Foi o país onde mais a CE investiu "per capita" e o que menos proveito retirou. Não se actualizou, não melhorou as classes laborais, regrediu na qualidade da educação, vendeu ou privatizou a esmo actividades primordiais e património que poderiam hoje ser um sustentáculo.

Os dinheiros foram encaminhados para auto estradas, estádios de futebol, constituição de centenas de instituições publico - privadas, fundações e institutos, de duvidosa utilidade, auxílios financeiros a empresas que os reverteram em seu exclusivo benefício, pagamento a agricultores para deixarem os campos e aos pescadores para venderem as embarcações, apoios
estrategicamente endereçados a elementos ou a próximos deles, nos principais partidos, elevados vencimentos nas classes superiores da administração publica, o tácito desinteresse da Justiça, frente à corrupção galopante e um desinteresse quase total das Finanças no que respeita à cobrança na riqueza, na Banca, na especulação, nos grandes negócios, desenvolvendo, em contrário, uma atenção especialmente persecutória junto dos pequenos comerciantes e população mais pobre.

A política lusa é um campo escorregadio onde os mais hábeis e corajosos penetram, já que os partidos cada vez mais desacreditados, funcionam essencialmente como agências de emprego que admitem os mais corruptos e incapazes, permitindo
que com as alterações governativas permaneçam, transformando - se num enorme peso bruto e parasitário. Assim, a monstruosa Função Pública, ao lado da classe dos professores, assessoradas por sindicatos aguerridos, de umas Forças Armadas dispendiosas e caducas, tornaram - se não uma solução, mas um factor de peso nos problemas do país.

Não existe partido de centro já que as diferenças são apenas de retórica, entre o PS (Partido Socialista) que está no Governo e o PSD (Partido Social Democrata), de direita, agora mais conservador ainda, com a inclusão de um novo líder, que tem um suporte estratégico no PR e no tecido empresarial abastado.
Mais à direita, o CDS (Partido Popular), com uma actividade assinalável, mas com telhados de vidro e linguagem pública, diametralmente oposta ao que os seus princípios recomendam e praticarão na primeira oportunidade.
À esquerda, o BE (Bloco de Esquerda), com tantos adeptos como o anterior, mas igualmente com uma linguagem difícil de se encaixar nas recomendações ao Governo, que manifesta um horror atávico à esquerda, tal como a população em geral,
laboriosamente formatada para o mesmo receio.
Mais à esquerda, o PCP (Partido comunista) vilipendiado pela comunicação social, que o coloca sempre como um perigo latente e uma extensão inspirada na União Soviética, oportunamente extinta, e portanto longe das realidades actuais.

Assim, não se encontrando forças capazes de alterar o status, parece que a democracia pré - fabricada não encontra novos instrumentos.

Contudo, na génese deste beco sem aparente saída, está a impreparação, ou melhor, a ignorância de uma população deixada ao abandono, nesse fulcral e determinante aspecto. Mal preparada nos bancos das escolas, no secundário e nas faculdades, não tem capacidade de decisão, a não ser a que lhe é oferecida pelos órgãos de Comunicação. Ora e aqui está o grande problema deste pequeno país; as TVs as Rádios e os Jornais, são na sua totalidade, pertença de privados ligados à alta finança, à industria e comercio, à banca e com infiltrações accionistas de vários países.

Ora, é bem de ver que com este caldo, não se pode cozinhar uma alimentação saudável, mas apenas os pratos que o "chefe" recomenda. Daí a estagnação que tem sido cómoda para a crescente distância entre ricos e pobres.

Tenha juízo D. Treza e compre Guci ou Prada...


De c a 7 de Maio de 2011
as causas da coisa são, além dessas, outras...

por exemplo:

«ORDINARIAMENTE todos os ministros são inteligentes, escrevem bem, discursam com cortesia e pura dicção, vão a faustosas inaugurações e são excelentes convivas. Porém, são nulos a resolver crises. Não têm a austeridade, nem a concepção, nem o instinto político, nem a experiência que faz o ESTADISTA. É assim que há muito tempo em Portugal são regidos os destinos políticos. Política do acaso, política de compadrio, política de expediente. País governado ao acaso, governado por vaidades e por interesses, por especulação e corrupção, por privilégio e influência de camarilha, será possível conservar a sua independência?
Eça de Queiros 1867»

a Irlanda foi o exemplo, a referência, o desafio... ?

a Grécia padece de fraquezas ainda maiores... ?

a Espanha poderá ser o próximo na lista... ?

quem empurra as pessoas para o endividamento... ?

quem se opõe a horários proporcionais às necessidades, de modo a que todos trabalhem (e ganhem) de acordo com a realidade do mercado... ?

quem se opõe à existência de regiões que desenvolvam a sua sustentação... ?

será que estamos todos a querer depender dos políticos como os jovens licenciados, com mestrados... dependem dos paizinhos para a sustentação... ?

os avós já previam que a fartura era enganadora... !

Gucci faz pela vida... ?

Ana de Sousa, Fátima Lopes, ... também ?

http://www.youtube.com/watch?v=47E0rQcAbdo

http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/NoticiasCultura/2010/10/fatima-lopes-apresentou-nova-coleccao-para-2011-no-portugal-fashion17-10-2010-142324.htm
De Maria Brojo a 9 de Maio de 2011
Cão do Nilo - nada me oferece comentar, mas sim acrescentar um «c»: Gucci, caríssimo.
De c a 9 de Maio de 2011
finalmente... um raro (e fácil) acordo ;-)

serão como os do Goucha?

http://www.mercadosite.com/pt/portugal/vestuario-acessorios-vestuario-calcado-de-homem-sapatos---todos-os-numeros-sapatos-classicos/louis-vuitton-e-sapatas-de-gucci/76372.html
De Maria Brojo a 9 de Maio de 2011
Perseu - até que enfim alguém me entende, não em tudo, mas na substância que conta!
De -pirata-vermelho- a 7 de Maio de 2011
Bem (já que a casa está ao abandono...) dou eu o seu a seu dono - o guitarra do cafézito da manhã é o grande José Fontes Rocha.
No contrabaixo, não sei quem é.





(o respeitinho é uma linda coisa, não é...?)
De c a 7 de Maio de 2011
violaram a viola... baixeza do contrabaixo :-(

JOSÉ FONTES ROCHA, nasceu no Porto (Ramalde) em 1926.

Vítor Marceneiro, canta o Fado " O LOUCO"

Letra de: Henrique Rego

Música: Fado Menor-Versículo Alfredo Marceneiro

Acompanhado por:

Guitarra Portuguesa: Fontes Rocha

Viola Fado: Manuel Martins

http://imgs.sapo.pt/sapovideo/swf/flvplayer-sapo.swf?v7&file=http://rd3.videos.sapo.pt/E3nj0mQuaCuasLYa53CD/mov/1
De Maria Brojo a 9 de Maio de 2011
Pirata-Vermelho - linda, caríssimo. Obrigada pela notificação.
De -pirata-vermelho- a 7 de Maio de 2011
'Era...'


(replica o coro, em tom menor)

Comentar post

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds