Quarta-feira, 6 de Julho de 2011

DE LEIRIA AOS “STATES”

Zamknij Okno, Eric Drooker, autor que não foi possível identificar

 

Não bastava o bastante, ou à conta disso mesmo, o estádio Magalhães Pessoa de Leiria, um dos (mal) utilizados no Campeonato Europeu de Futebol em 2004, será vendido em fatias: relvado por tanto, estacionamento por tanto diferente, bancadas por tanto outro. Mais parece tratar-se de um salame de chocolate que inteiro é indigesto. Acho bem! Num país com bolsos rotos, a solução fácil é vender o que resta e aboleta, quantas vezes, funcionários a mais, administradores chupistas e instituições ociosas. Tal como no estádio Magalhães Pessoa, só a manutenção desbarata o que não temos: dinheiro. Não é à toa que, a partir de hoje, somos lixo para a agência «ratona» Moody’s.

 

Os Estados Unidos, também ensarilhados com a dívida nacional que não pára de crescer como o pé de feijão da história dos irmãos Grimm, já engendram poupanças. Exemplo é o Empire State Building que utilizará energia eólica, após no ano passado ter estabelecido reduzir até 2013 o consumo de energia eléctrica em 38%. A reforma inclui sistemas de ar condicionado, aquecimento e substituição das janelas, de modo a aproveitar melhor a iluminação natural. Investimento vultuoso, mas extremamente sensato a médio e longo prazo – ganha o planeta, poupam eles. Antes tarde do que nunca esta mudança no pensar americano.

 

Nos “States”, furou as contas o deslocamento do Pólo Magnético da Terra. Então não é que foge cerca de 64Km por ano na direcção da Rússia? Abandonou o extremo norte de Canadá e decidiu avançar. Volúvel, heim? Se para a maioria das gentes o facto nada diz, o mesmo não acontece com o aeroporto de Tampa, na Florida obrigado a mudar a orientação das pistas, ainda que, a bem da paz, não para Meca.  

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 08:10
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
8 comentários:
De Perseu a 6 de Julho de 2011

Não desgosto do seu novo estilo de escrita,como sou conservador,preferia o antecedente.
Mas o importante são os conteúdos das crónicas e não modo das escrever.
Fui dos poucos que critiquei o desperdicio na construção nas arenas de futbol.Certo é que não vale a pena lamentar cretinices passadas.
Tavez já tivessemos o novo aeropoto que uge fazer,será que estamos à espera de uma catástrofe de dimensão incalculável para se iniciar o que é permente?
Quanto ao estádio de Leiria;pois que seja vendido a retalho e transformado num vasto pomar de pera rocha,que tão bem se dá naquela região e representa um bom contributo para as nossas exportações.
Tudo isto seria "Una opera bufa"se não fora o drama que estamos a viver e o que adiante se verá.
Mas agora é tempo de férias é tempo de bronzear,é tempo de mostrar o silicone.
De Perseu a 6 de Julho de 2011
FUTEBOL-----PREMENTE-----AEROPORTO.
De c a 7 de Julho de 2011
então e os outros?
ainda bem que defende o aeroporto com maiúsculas ;-)
já a pera é mais das Caldas...
quanto às cretinices (passadas) parece contradizer o conteúdo, como se bastante não bastasse e salame inteiro alguém engulisse ;-)

a química da aprendizagem tem os seus segredos...

http://www.youtube.com/watch?v=x8kNvbklyow
De Maria Brojo a 11 de Julho de 2011
Perseu - tentarei não o desiludir mais. O seu comentário é oportuno e gostei dele.
De c a 7 de Julho de 2011
ainda bem que há fontes (mais) elucidativas e menos 'criativas'.

não foi obrigado nem tem a ver com a paz (qual?) e muito menos com Meca... brinquemos ;-)

http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI4878487-EI238,00-Mudanca+no+polo+magnetico+da+Terra+faz+aeroporto+pintar+pistas.html

quanto ao pé de feijão (?), qual é a moral da estória?

«Há predomínio da esperança e da confiança na vida, os personagens lutam pelos seus ideais, na sua maioria de cunho humanitário. Nota-se uma preocupação fundamental com a sobrevivência e as necessidades básicas do indivíduo. Em oposição, a insaciabilidade humana causa transtornos sem tamanho, podendo até prejudicar a si mesmo e aos outros seres.

A ambiguidade da figura feminina fica bem explicita nas narrativas. É a figura feminina que causa o bem e também o mal. Mostram o resgate através da bondade e do amor e contrapondo-se a esses valores estão os prejuízos causados por ardis e traições. A violência não aparece de forma clara.»

http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/cinema/dossier/cinderela/grimm_biografia.htm

De Maria Brojo a 11 de Julho de 2011
C. - ora aqui está um comentário seu sem mácula.
De c a 11 de Julho de 2011
mas há mais... ;-) assim os queira julgar ;-))

http://www.youtube.com/watch?v=pOOZNUJYU2M
De Anónimo a 7 de Julho de 2011
valer lixo ou merda é o mesmo Quem sâo os culpados? carlos

Comentar post

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds