Segunda-feira, 19 de Setembro de 2011

À CAUTELA

Anthony A. Gonzale, Bob Cornelis

 

Nesta cidade de Lisboa onde já pinga Outono nos ventos que correm nuvens e bamboleiam plátanos jovens, foram abertos gavetões, gavetas e outras em ponto menor. Achados pertences em desuso, alguns nenhum ou pouco uso contabilizam por terem sido adquiridos ‘numa’ de just in case. A cautela trouxe-os, o case não aconteceu - jamais pernoitou, até agora, gentiaga amiga ou de família que justificasse estreia ou emprego consecutivo dos haveres armazenados. Como não há feitio para desperdiçar existências, repousam em sacos, prontos a marcha que termina na casa beirã em remodelação. Com a tarefa exaustiva de espiolhar arrecadação e armários veio sinal de alerta: coluna dorida. No entusiasmo e pressa, posta de lado a postura correcta para levantar pesos – abdómen contraído, costas aprumadas, dobrar os joelhos. Fica o aviso para a barrela do tecto ao chão que daqui a par de dias começa. Ver tudo reluzente dá gosto, mas, preferencialmente, com a mulher em condições de executar, sem parança, o necessário. E o Senhor Mário que se vá preparando para os socalcos e muros de granito que os sustêm bordejados por sebes de crescimento rápido porque as videiras, de tão antigas, orgulhosas sobreviventes, surgem aqui e ali desalentadas. O resguardo das prometedoras, havendo saber e cuidado, lembrará o esplendor rural de outrora, a azáfama das vindimas, a feitura do vinho no lagar da loja, o cheiro a mosto.

 

É o Outono que chega nos sinais da Terra, da atmosfera, das memórias, na malha sobre os ombros, na vontade de preparar «outonos» de algumas vidas que a boa Estrela acoita e acoitará.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:39
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds