Terça-feira, 11 de Outubro de 2011

BELO «VERSUS» FEIO

 

Manuela Pinheiro, colecção particular

 

Dos gostos o que mais importa é gostar. Muito. Irreversivelmente, acontece. O belo, seja o que for para a maioria dos humanos, está condicionado ao gosto – teu, meu não. Mas preciso mesmo é animar a malta com qualidade estética, seja na música, nas letras, nas artes plásticas, cénicas - bailado, ópera, teatro. Acredito na beleza das atitudes e dos comportamentos, no ensino e divulgação das artes como modo outro de educar. Porque nunca tudo está esparramado em manuais, ir além é indispensável. Pelos educadores, pelos governantes, pelos líderes de opinião, pela investigação em ciência. Houvesse o culto do belo chuchado com o leite materno ou misturado nos biberões, e cedo seria encaminhado o pepino para estares orientados no sentido da imperfeita perfeição. Sendo exclusivamente individual a leitura dela feita, o desafio que constitui como «meta» sem chegada enriquece o mundo através das várias leituras significantes.

 

E qual o lugar do feio? O que é? _ Aspecto diverso e oposto do que para cada pessoa o belo exprime. Desconfortável quase sempre. Causa repulsa as mais das vezes. Pelos sintomas, bitola? _ Nunca universal, é certeza. Porém, a cada um pertence reacção diferente. _ Pode obliterar a beleza, conceito tão incerto como o anterior, abatê-la em momentos particulares? _ É possível como a guerra, agressões de teores diferentes, as desigualdades sociais, a fome, a miséria.

 

O mundo está dividido em duas partes que dele são essência: o belo e o feio. Todos os humanos também as possuem em fracções variáveis que as vidas e o planeta reflectem. À conta do belo criamos, pelo feio destruímos.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:09
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito
5 comentários:
De c a 11 de Outubro de 2011 às 17:07
como quase hábito, meu sim, ver diferente

há belo, bonito, lindo, engraçado, interessante.

há monstruoso, horrível, feio, sem graça, sem interesse

mas há também o neutro, normal, corrente... e é muito coisa e muito importante, vital mesmo... e o que conta é que seja bom (bem feito, de acordo com as normas), eficiente, eficaz, competitivo, apetecível

e é disso que vivemos (dependemos?) - os povos, as nações, os estados - e também é nisso que (Nós) não somos ganhadores

vejam-se os incêndios... que alguém com sensibilidade e saber de artista titulou "o belo horrível"

variações

quem feio ama bonito lhe parece
quem bonito tem não sabe se lhe pertence
quem feio ama gosta de ter confiança
porque a beleza nem sempre deu muita segurança quem feio ama tem os olhos convencidos
e só vê beleza em todos os sentidos
quem feio ama lá tem as suas paixões
tem no seu segredo outras compensações
quem feio gosta tem um gostar mais profundo
que o que está à mostra será bom mas não é tudo são concepções dos olhos de quem nos colhe
que ser feio ou bonito depende de quem nos olhe

http://www.youtube.com/watch?v=0iIoDw6rRMk
De c a 11 de Outubro de 2011 às 17:32
um outro que me escapou

"No período romântico, Edmund Burke apontou as diferenças entre a beleza em seu sentido clássico e o sublime. O conceito de sublime de Burke e Kant nos permitiu compreender que, mesmo a arte gótica e a arquitetura não sendo sempre "simétricas" ou aderentes ao padrão clássico de beleza como o outro estilo, não é possível dizer que a arte gótica é "feia" ou irracional: é apenas uma outra categoria estética, a categoria sublime."

para acrescentar este, algo do passado?

"Para a filosofia, a beleza advém da pureza do raciocínio, da surpresa e da consistência dos axiomas. Raramente está relacionada à aparência superficial (salvo no caso das correntes como o hedonismo, por exemplo). Já para os religiosos, a verdadeira beleza está na integralidade da propriedade da conduta do indivíduo para com um plano sagrado, em detrimento do mundo físico. Quanto mais completa é a imersão e desprendimento do mundo vulgar, maior beleza há naquele que a faz viver."

http://pt.wikipedia.org/wiki/Beleza

http://www.youtube.com/watch?v=8uUfaaNq1qQ





De she a 12 de Outubro de 2011 às 17:48
Este C. é fenomenal- brilhante! Adorei!
De c a 12 de Outubro de 2011 às 21:13
gosto de intervir, my way, I believe...

http://www.youtube.com/watch?v=ce8HZ2keKwk

De zeka a 23 de Janeiro de 2018 às 02:10
Olá!

Como vai?

Já passaram uns meses... sem saber de si.

Saudades

ex curioso anónimo

Comentar post

Recomendo:

Exposição de Artes Plásticas - Conceito

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

últ. comentários

Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds