Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

11 ANOS

 

Autor que não foi possível identificar                                                                                                   José Dias

 

De mansinho, o tempo deslizou como um pardal e escorregou como um peixe. Inexorável, viu humanos nascer, crescer e definhar. Impávido, perpetua na Terra - útero da sobrevivência -, o ciclo das estações, da água e da vida. A diversidade do que respira e ocupa o planeta, luta pelo direito de existir. Vegetal ou animal, os seres não desistem enquanto podem enfrentar as agressões externas. E a Terra, na sua exuberância pagã, persevera na satisfação das necessidades vitais. O tempo e a vida na inevitabilidade do eterno conflito. Se do mundo antimaterial muito foi dito e escrito - simétrico do nosso e aproveitado na reacção com a matéria pela medicina (tomografias) -, do virtual, através do qual aqui comunico, não o foi menos. Os blogues abortam, nascem, evoluem e morrem. No entretanto, cumprem etapas de crescimento. O Sem Pénis Nem Inveja” nasceu há onze anos. Chuchou no dedo, mamou como pôde, usou fraldas que aparassem água e caca que a ama, de pena em riste, não cuidou evitar. Aprendeu a andar sozinho quando a mãe Lulu rumou para outras paragens. A fala jamais lhe faltou - tagarela, irreverente, frívolo e atabalhoado. A ama dá-lhe trela e ele corre arrogante por campos em que, não raro, se espalha ao comprido. Ri muito, levanta-se a apronta-se para a seguinte. Mas quer saber. Conhecer mais mundo - o que espreita da sacada limitam-no colinas. Por isso continua livre e curioso. Não falte paciência à ama para lhe aturar audácias e ao pequeno insolente enlevo pelo desconhecido...

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:58
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
1 comentário:
De enólogo bairradino a 24 de Setembro de 2014
Bem engarrafadinha vai durar decerto uns bons anos.

Comentar post

últ. comentários

Olá. Posso falar consigo sobre a sua tia Irmã Mar...
Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds