Terça-feira, 12 de Junho de 2012

É ASSIM

Andre Wek

 

Nove da manhã. No 'Serviço de Análises', carreira onde diabéticos em jejum, portadores doutros males, retiravam da máquina papelucho numerado. Amarelo, por sinal. Sentavam-se nas cadeiras de plástico, obedientes, casais de idade avançada, outros bordando a meia, jovens sem despegar os olhos do monitor onde subiam números encarnados. Idosos acompanhados por cuidadores faziam o mesmo. Ansiedade crescente ao ritmo do relógio. Os aventurados pela hora matutina do arribar, não tinham mais sorte. Hospitais públicos, funcionários preguiçosos, eram epítetos alguns dos soados na espera. Mas não – gentis, diligentes desde o ‘aborda balcão’ até ao final do atendimento.

 

Chegada a vez, eram engolidos por porta aberta durante instantes sem direito a «abre-te sésamo» outro que o não estabelecido. Lá dentro, vampiros de bata branca sugavam o mandado pelo médico com simpatia e cuidado, sem descurar diálogo afável com o utente. E este saía encantado, aliviado, mas com vontade de «pequeno-almoçar» longe dali.

 

CAFÉ DA TARDE

 

publicado por Maria Brojo às 16:51
link | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Olá. Posso falar consigo sobre a sua tia Irmã Mar...
Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds