Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2012

OLHA À VOLTA E ENCONTRAS

 

Michele Del Campo

 

Mil milhões de pessoas com fome. Um sexto da população do mundo. Ouvido semelhante a isto: “é impossível preocuparmo-nos com todos: por tantos serem ficam invisíveis. Individualmente não é possível ajudar o conjunto. Mas podemos auxiliar um. Escolhamos esse. Porventura habita ao lado. Façamos dele, causa. A dispersão arruína a solidariedade.” Mistura do escutado e o ‘digo eu’.

 

Recado que parece fácil: “Olha à volta e encontras.” E volvi ao olhar que uso. De novo, absorvi imagens pobres de fatia importante das gentes do meu bairro. No minimercado, a um quarteirão distante, mãe obrigava petiz a repor na prateleira desejos simples que não podia pagar. De soslaio, eu escolhia fruta escandalosa no tamanho e preço.

 

Indecisões:
- ofereço-me para custear os desejos da criança e comporto-me como escuteira que cumpre a boa ação do dia?
- Até que ponto avilto o orgulho e a autoridade da mãe?

- Simulo não ter prestado conta ao porta-moedas vazio ao lado?
- Indago ao vendedor, que os conhecia, onde moram e ultrapasso a intimidade legítima?
- Vou para casa servir figos num jantar de afetos primordiais e passo esponja na imagem? Ou lembro e sublimo?


“Feios, Porcos e Maus” é filme e «pré-conceito». Onde cabe e como lidar com a vontade de ir além no mais fazer por quem precisa e vive próximo? Foi ontem o acontecido. Resposta por encontrar. Mas servi e comi figos. Enormes. Suculentos. Doces. Agravei o incómodo na minha consciência social já antes esburacada.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 08:01
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds