Sábado, 16 de Março de 2013

META ESOTÉRICA

Norman Rockwel, Yong Chen

 

Não acredito em reencarnações e vidas futuras post mortem. Creio na conservação da massa de Lavoisier, confio nos acrescentos introduzidos à Mecânica Newtoniana pela Relatividade Restrita - a massa de um corpo em movimento não se mantém constante em qualquer condição, ficando na dependência do valor da distância percorrida por unidade de tempo. Não resisto a encadeado lógico: se maior velocidade acresce massa a um corpo, quem se deslocar a 180 km/h, numa viagem acresce em miligramas de miligramas o efeito de dietas e suores do ginásio. Sendo muita a ignorância dos portugueses no que à ciência concerne, fosse isto divulgado, cairiam para metade excessos e acidentes nas estradas. Configuremos: _ Rosarinho, vá mais devagar. A menina não vê que assim engordamos? À chegada, não enfiamos os vestidos/pele.

Esta (des)conversa para meta esotérica: em futura encarnação quero ser personagem de anúncio publicitário. As razões fazem lençol. Para começo: são todos lindos, eles, elas, os rebentos, pais, sogros, amigos e empregadas. Elegantíssimos, peles imaculadas, sempre encantadores, mesmo quando fritam batatas ou aspiram a casa. Eles são gentis, ronronam, oferecem flores, tratam dos filhos e cozinham como rematados «fados-do-lar». As casas nunca cheiram a peixe frito - cheiram a Seychelles ou a floresta tropical. A lida da casa é feita numa dança inebriada como a da Julie Andrews no inefável Música no Coração. Pais, sogros e amigos são sorridentes, isentos de maus fígados, neuras monumentais, rabujices várias ou bicos-de-papagaio. As crianças portam-se divinamente e brincam sorridentes. Os bebés não têm viroses, nem gritam a plenos pulmões ou cospem a sopa - dormem como anjos e são gordinhos. Eles e elas acordam penteados, os pijamas assentam bem e seda para elas é mato. Sedutores, num virar de olhos ou trejeito de lábios, deixam no ar da manhã inventada sugestão de lascívia.

Nós, os mortais que nada publicitamos salvo a vida real, comparados com eles nem pingo de idílicos temos. Que maçada!

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:40
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds