Sexta-feira, 11 de Outubro de 2013

MUDANÇAS E CONTRADANÇAS

 

 

Charles Wysocki                                                                                                     JacekYerka

 

Esvaziar uma casa repleta de objetos/memórias em cinco assoalhadas. Hoje, casa de silêncio. Ontem, respirando por via da família próxima que a habitava. Então, havia música, o tiquetaque da máquina de costura Singer, os aromas que da cozinham extravasavam. Aberta a porta, vinda eu da escola primária, do liceu ou da faculdade, sabia quais as refeições preparadas com esmero e em espera. Era o tempo doce da mãe sempre atenta à casa, aos afetos dois que aguardava, ao bastidor onde com pontos miúdos aprimorava desenhos e cores em linho.

 

Daniel K. Tennant                                                                                                          Pat Dugin - Study Desk

 

Par de dias, e estarão em esquifes cartonados utilidades, mimos e livros. Desmontados móveis. Quando nada mais restar que o pó do desuso, parte do meu ser morrerá ali entre as paredes que me fizeram e a que pertenço ainda. Depois, uma das casas da Beira Alta receberá os despojos. Irei recolocar em sítios já destinados tudo o que for possível, refazer o ambiente sem que excessos o abafem. As sobras têm espaço no sótão onde, uma de cada vez, o recheio quase inteiro de duas casas adormece. Será outro o bater do coração das paredes vetustas. Será outro o bater do meu. 

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

No segundo vídeo, porque passam 50 anos da morte de Edith Piaf, a canção que prefiro e lhe foi ofertada por um soldado na véspera de entrar em combate.

 

publicado por Maria Brojo às 09:58
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds