Sábado, 9 de Novembro de 2013

DUAS NOTAS NUM SAMBA SÓ

 

   

Claude Théberge – City Just                       Autor que não foi possível identificar - Desserts      Peter Ferguson

 

1ª – Chego-me ao balcão da pastelaria. Um homem, companheira ao lado, fazia encomenda de bolo de aniversário. No momento da escolha dos dizeres precisos, não hesita: _ “Quero-te sempre nua”. Olhos baixos na parceira silenciosa. Foi atendido e saiu. Ela atrás. No entretanto, mudas as gentes que no balcão esperavam vez.

 

Após o acontecido, o inevitável sururu. As funcionárias comentavam à socapa o insólito pedido. Os clientes riam e soltaram a língua. Uns ficaram pelo gargalhar discreto, outros dividiam opiniões: que sim, que fora de homem valente, que não, que embaraçara inutilmente a futura aniversariante, que a privacidade não se expõe com tamanho descaro. E eu nem que sim nem que não. Cogitava para os botões que não tinha: alguns homens desta sociedade arco-íris progrediram na espontaneidade de transmissão do que lhes vai na alma, ou, em alternativa, exponenciam o tradicional espírito marialva. Qual das duas razões?

 

2ª – Os colégios particulares continuam a liderar os rankings dos estabelecimentos de ensino com mais sucesso traduzido em todos os níveis dos exames nacionais. Nem admira: os pais são motivados a elevada participação na vida escolar dos respetivos infantes, os recursos familiares permitem complementar aprendizagens, o ensino vai além dos currículos ao abrangerem áreas como a responsabilidade, a disciplina, a saudável competição do aluno com ele mesmo. Nestas vertentes, as atividades extracurriculares em diminuta ou inexistente oferta nos estabelecimentos públicos pelo afogo económico completam a formação das áreas pedagógicas tradicionais. Por outro lado, os altos valores das mensalidades pagos nos colégios privados são a fonte dos meios que legitimam maior qualidade no ensino global. Os pais, normalmente com elevado estatuto social, procuram justificar o investimento na educação dos filhos ou por valores próprios ou pela informação majorada.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:02
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds