Domingo, 24 de Janeiro de 2010

NA FÍMBRIA, “EL DORADO”


Huang Zeng Yan


Acorda. Na obscuridade, luz invisível revela o conhecido. Novo pelo despertar. Como se fora estranho pelo sono e o antes dele. Pestanejar vigia o relógio. Esquece. Ronrona no quente benfazejo. Tempo ainda de sonhar. El Dorado perdido na fímbria da vigília doce. Pelo serão, pelos dias completados em clima de fim-de-semana. A madrugadora recolhida no calor que deseja e contribui para a dose de felicidade que necessita para ser quem é. E é. Feliz. Às vezes. Muitas. Algumas. Poucas se o blue empardece, raramente, o mood/modo/estar.

 

Na casa dormida, evita movimentos bruscos. A fantasia arrebata-a como “The Lost City of Z” -  El Dorado, a capital  de tesouros ocultos na Amazónia. Entre eles, espécies julgadas extintas que ali sobreviveriam. Lenda, talvez. Ou livro: "O Mundo Perdido", de Conan Doyle.

 

Suave, muda de posição. Encolhe uma perna sobre a estendida. Enfia a mão sob a almofada. Ajeita a cabeça. Semi-dobrada, a macieza dos lençóis e da véspera presente transporta-a para «estórias». A do bandeirante português que, em 1753, após sair do interior da floresta amazónica, jurou ter visto do cume duma montanha ruínas de civilização antiga. De tal dimensão e majestade, deduziu, somente pertença de cidade populosa e opulenta. Localizada pelo Google Earth em regiões desflorestadas da Amazónia e no tempo: de 2 a.C. a 13 d.C.

 

Talvez a Cidade Z nunca tenha existido. Mas a mulher é. Sente e inspira pertença. El Dorado que, em cascata, lhe acaricia a pele e faz tremer.
 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 11:12
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
10 comentários:
De zeka a 24 de Janeiro de 2010
Mais cambalhota... menos cambalhota... lembra um malato farto de ser feliz em tudo que é sítio e com uns feelings de que comer é que é bom ;-)

Bom Dom ingo dou rado, el nuestro!
http://www.youtube.com/watch?v=64uBOLCQXSo&feature=related

De zeka a 24 de Janeiro de 2010
Funny & Crazy, yes

http://www.youtube.com/watch?v=yYprdmE1dFc&feature=related
De Maria Brojo a 24 de Janeiro de 2010
Zeka - cambalhotas? Quais? De quem? Deve ter comentado texto trocado.
De zeka a 24 de Janeiro de 2010
Teresa C. - Ainda bem que questiona... porque o fio condutor (obscuridade... El Dorado perdido... na fímbria... movimentos bruscos... fantasia arrebata... tesouros ocultos... muda de posição... enfia a mão... semidobrada... transporta... bandeirante...) levou o Min Dinho a este

The Trail We Blaze - The Road To El dorado
http://www.youtube.com/watch?v=B8bBziwkrSA&feature=related

que achei bem giro, com camba lhotas bem con seguidas (na anima ção em causa)

cambalhota (ó)
s. f.
1. Volta do corpo no ar ou firmando as mãos no chão.
2. Fig. Reviravolta.
3. Perda de situação.
4. Trambolhão.

E não se trata de sapiência... só não vê quem não quer, né mesmo? ;-))


De zeka a 25 de Janeiro de 2010
E o que vemos?

Acaba tudo 'em guerra' ;-)

http://www.photography-now.com/popup_ausst_3.php?id_ausstellungen=T52667
De Maria Brojo a 25 de Janeiro de 2010
Zeka - cambalhotas somente em mantos fofos. Areais ou tapetes de ginásio, por exemplo. Testar-me. Constar se ainda consigo. E dou-as com firmeza no pousar.

«Malato»? Quém é esse? Mas se gosta de gastronomia sem receio de engordar, é dos meus.

Para a troca: Mehttp://www.youtube.com/watch?v=bSwSTnBK64c&feature=related
De António a 25 de Janeiro de 2010
tremer é próprio, pode acontecer, acontece!

há domingos assim...

;_)))
De Maria Brojo a 25 de Janeiro de 2010
António - tremer de comoção. Pelo virtuosismo dum concertista, dum bailarino ou por ebulição que os corpos sólidos atravessam sem que o estado fluido venha primeiro. A sublimação do iodo, da nafatalina e tantos mais provam-no
De jotaeme a 25 de Janeiro de 2010
TEresa: Num Domingo, á tarde ou á noite, horas de ócio, sabe bem reflectir e ou agir! Concerteza, que devemos aproveitar os tempos ditos livres para actividades lúdicas, sejam elas mentais ou físicas! O que importa e que nos façam bem!
Um bom dia!
Jorge
De Maria Brojo a 25 de Janeiro de 2010
Jorge - continuamos na mesma. Faz o favor, e temos a empatia suficiente, para não ler os meus escritos cingidos à letra. Que bom!

Belíssima semana!

Comentar post

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds