Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010

TOSSE LÁ, PNEUMONIA AQUI

Gayle B.Tate

 

Nos três próximos anos, o desequilíbrio das contas públicas em Espanha obriga a redução de 50 mil milhões de euros na despesa pública. Em 2009, um milhão de empregos foram perdidos – pico inusitado na última década. Números redondos: 20% de desempregados. Os portugueses que por lá trabalham foram dos mais afectados pela horda de despedimentos. Que, enganadoramente, não seja julgado conforto o mal alheio. Quando 25% das nossas exportações têm endereço espanhol, tossir lá é pneumonia aqui.

 

Murteira Nabo colocou bem pintas nos «is». Que seja aumentado o investimento em obras públicas capazes de aumentar riqueza e fornecer retorno a curto/médio prazo. Exemplificou: hospitais, renovação de escolas secundárias, outras construídas de raiz englobadas em qualquer nível de ensino - universitário incluído e acoplado a investigação de ponta.

 

É certo termos povo cada vez mais escolarizado e menos «formado». A multiplicidade de licenciaturas é absurda – as mais das vezes para nada servem e ludibriam os inscritos. Universidades ofertam útil e logros – do maior número de candidatos à frequência decorrem subsídios aos orçamentos. Que seja imposto filtro. Racionalizados os gastos se o destino é ausência de procura dos diplomados.

 

Roubini, o profeta/guru norte-americano em economia, afirmou:
_"Se a Grécia cair, é um problema para a zona euro, mas se a Espanha cai, é um desastre".
Englobou os países mediterrânicos:
_ “Portugal, Espanha, Itália e Grécia enfrentam não só um endividamento público crescente, mas também um problema de competitividade. Mesmo que estes Estados resolvam a dívida, o problema da competitividade persiste.”

 

A zona euro treme. Periga. Jean-Claude Trichet defende-a:
_ “A Grécia não é a Finlândia e a Espanha não é a Alemanha. O défice público conjunto dos vários Estados é inferior ao norte-americano.”

 

Obama e Comunidade Europeia carecidos de lança em riste. Ou a empunham, ou o mundo económico vai a pique. Excepção: a China.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

A “menina Grammy”
 

 

publicado por Maria Brojo às 00:21
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
4 comentários:
De -pirata-vermelho- a 2 de Fevereiro de 2010
Tanto palavreado para dizer o que lhe digo hádez anos?
Em Portugal a criação de riqueza, a produção, é inexistente pont'final
Quando nesta região político-administrativa se adquirirem hábitos de trabalho e planeamento... pois! era para ser assim até há trinta ou quarenta anos. A partir dos últimos vinte viu-se que deixou de poder ser - isto, aqui, é um coio de indigentes -tradiconal- e de oportunistas -corolário-

'bora lá falar de gajs!
De Maria Brojo a 7 de Fevereiro de 2010
Pirata-Vermelho - tem razão. Antes falar de «gajs» que de ociosidades.
De António a 2 de Fevereiro de 2010
até verdadeiros tigres e outros colossos estão sujeitos a sobressaltos e bancarrotas

Portugal, o nosso Portugalzinho, ao menos está habituado e os arautos da desgraça bem podem esperar por outro João Francisco António José Bento Bernardo de Bragança que lhes espavente uns dobrões

os Países do Sul, Portugal, Espanha, Itália e Grécia estão agora encaixados num sistema concebido à medida de outras economias e bem podem correr mais que os outros que não chegam lá enquanto não tiverem a sua própria meta

é um mundo permeável, este em que vivemos, e no final do dia contamos apenas com o que formos capazes de engendrar, a partir de trabalho entusiástico, criativo e eficaz

como já demos provas de ser capazes, ao acabar com (grande parte d)o analfabetismo e da desesperança

olaré


De Maria Brojo a 7 de Fevereiro de 2010
António - agora, que a Angela Merkel apoia a candidatura Constâncio e pretende, a curto prazo, desalojar o Trichet para, a prazo médio, colocar alemão na calha, também digo:
_ Olaré!

Comentar post

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds