Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

MISTÉRIOS DA PRAÇA DE ESPANHA


Ernâni Oliveira – colecção particular


Este lugar ameaça ser, já é?, lugar para meditações superficiais e requentadas sobre o corrido no país e no mundo pequeno que a Teresa C. abrange com ler/ouvir. O ver é diferente: na cidade, travessa e atravessada, regista detalhes grados e miúdos. Aparentes, estes, por ocultarem, mostrando, vidas trágicas ou (des)esperançadas de “gente como nós”.

 

Pelas duas horas após dia meado, deambula na Praça de Espanha. Ao longe e na vez primeira, figura esborratada; braço ao alto. Exibia objecto. No perto, idoso. Samarra coçada. Gola de raposa há muito desfeita em pó na terra. O braço levantado segurava, na mão, saco de plástico contendo meia dúzia de ‘línguas-da-sogra’. Não requeria esmola. Vender, barato, bem que a saudosos das praias d’antanho satisfizesse. Como ele. Origem minhota ou «terreola» do Litoral Norte, suposição. Rosto vincado. Postura digna. Conjecturas outras: transplantado da terra original para meio urbano por conta de filhos entregues ao ganha-pão; reforma pequena.

 

De novo, Praça de Espanha. Sete e quarenta de manhãs mal nascidas. Candeeiros escorrendo luzes no quase desfeito breu. Cinza negro, o carro. Pequeno. Velhice conservada. O relógio pode acertar-se pelo piscar á direita. Fim: estacionamento de terra batida atrás da Comuna. Um minuto de atraso e não se dará pela vida condutora. De onde virá? Acordada desde as seis? Ramerrame quotidiano serra de ilusões (al)quebradas? Entusiasmo por trabalho novo e pontualidade como traço gravado na matriz/personalidade?

 

A Praça de Espanha, tantos sítios mais!, mostra realidades mais ricas que as sustentadas por telas e pincéis. Redutora: o Ernâni Oliveira retrata-as como ninguém.

 

Atentar no folhetim Crespo, isso sim, é falta de assunto. Por hoje, evitei a tentação.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 06:11
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds