Quarta-feira, 10 de Março de 2010

GAIOLAS OU GRADES OU CELAS

Gil Elvgren

 

Apetite: «piquenicar». Cedo, sair dos lençóis. Desjejum tranquilo. Olhos cerrados a urgências profissionais que engasgam momentos arrolados como inúteis. Na cozinha, ousar petiscos. Mochilas que acondicionem merenda, toalha campestre, papel em guardanapos. Após a carícia da água na pele, rosto sem artifícios, cabelo molhado e seco na viagem. Botas coladas ao solo. Traje de acordo com a fruição do simples e bondoso, contrário à imagem. Esquecer menoridades e complicações, tantas vezes!, inventadas. Gaiolas ou grades ou celas. Portas que o «dentro» não encontra. Perdida a chave, os limites agigantam-se. Mas existe. Se procurada, o ouro que a faz encadeia. E o sol e o frio e a estrada e a floresta e o mar, prados e regatos alargam o círculo máximo da esfera que o olhar abrange. Que seja estendida a toalha. Que a manta/assento/mesa cubra o chão. Que o alimento alimente o sólido e o volátil. O diálogo. Risos. Que a tarde caia. Adormeçam os livros de estudo e prazer.

 

A produtividade exacerbada, ou imposta pela conjuntura, ameaça o equilíbrio de cada um submetido às normas globalmente reguladoras e aos superiores interesses que depositam salários e PECs. Abandonados ócios vitais. Avatar faz das almas engrenagens mecânicas pejadas de roldanas que chiam. Lamuriam. Queixam-se do atrito pela falta de cuidado na manutenção. Oleá-las é desprezado. E gemem. Com elas, a pessoa. Evito ser mais uma que frio arrepie. Quentura d'alma e corpo muito bem engaiolada na diferença com a insípida apatia perante o aventurar.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 06:47
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds