Sexta-feira, 13 de Agosto de 2010

DA MOSQUITAGEM A BIN LADEN

 

Eric Christensen, Paul Gavin

 

Na Madeira e em Porto Santo, percevejos, em reunião aportada pelos ventos, fazem poiso onde calha. Enxameiam praias e ruas, os populares coçam-se. Deles afirmam reconhecerem o cheiro amendoado, julgam-nos mosquitos doutra estirpe, barram-se com protectores, untam picadas com anti-histamínicos, deglutem comprimidos se a praga exagerou na prova do sangue alheio. Não vai a tempo, mas inventores portugueses descobriram prevenção contra mosquitagem esfaimada – camisola impregnada com químicos. A bicharada voadora ronda sem picar. E se transmitem maleitas pelo hábito péssimo de sugar o que lhes apetece… Em abono dos insectos, é justo valorizar a contribuição polinizadora e no ambiente ao fazerem alimento de semelhantes.

 

Não apenas nos têxteis inovamos. Após fama e proveito de possuirmos o pão mais salgado da Europa, foi imposto o limite de 1,4g de cloreto de sódio por 100g de pão cozido. Por isto, pioneiros no Ocidente. E vão mais duas. Fosse esta a média criativa diária todo o ano, e Portugal rolaria a demais à hora para as tabelas europeias.

 

Ainda assim, fazer pão ou cozinhar é matéria delicada. Seja notada a prisão do cozinheiro de Bin Laden por satisfazer o frugal estômago do chefe dos inimigos do Ocidente. Considerado, por tal, colaborador da Al-Qaeda. Não seria suficiente afastá-lo dos tachos e panelas, depois de respeitavelmente espremido sobre as receitas compostas de nadas que elaborava? A milhares de famílias dava arranjo a divulgação, excepto se incluírem percevejos e outro insectos como nutrientes.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 08:25
link | favorito
De Acúçar C. a 13 de Agosto de 2010
Com o peso certo... sal QB
«Justifica-se a opção, inédita, de impor restrições por via legislativa? Para a comunidade científica, sim. Por um lado, porque "somos o país da Europa com as maiores taxas de ingestão de sal" - 11,9 gramas por dia, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda um máximo de 5 - e, por outro, por sermos líderes "nas taxas de acidente vascular cerebral (AVC) e cancro do estômago", defende o médico e professor da Faculdade de Medicina do Porto Jorge Polónia - que em 2006 começou a desbravar o caminho ao medir pela primeira vez de uma forma rigorosa o consumo diário de sal numa amostra superior a quatro centenas de pessoas. Com uma equipa da Universidade Fernando Pessoa, no ano seguinte avaliou o teor de sal em 40 tipos de pão. A conclusão não foi animadora: o pão normal (não integral) tinha entre 19 a 21 gramas de sal por cada quilograma, quase o dobro do encontrado nos pães britânicos e suíços analisados (13 gramas).

A lei é de tal forma "pioneira" que os norte-americanos estão agora a debater a possibilidade de introduzir limites do teor de sal por via legislativa, justifica Jorge Polónia. "Estamos a servir de exemplo", orgulha-se Luís Martins, cardiologista e ex-presidente da Sociedade Portuguesa de Hipertensão, que colaborou nestes estudos.»

Por cozinhar... os outros
«Al-Qosi, 50 ans, detido no Paquistão em Dezembro de 2001, por tropas norte-americanas, confessou ter deixado o seu país em 1996, para se juntar a Bin Laden no Afeganistão, tendo-lhe servido de cozinheiro e por vezes também de motorista. E no início do mês passado confessou-se culpado de apoio material a actividades terroristas.

E a sopa???? </> (http://jornal.publico.pt/noticia/12-08-2010/paocome-e-sopacome-20006460.htm)
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds