Sábado, 28 de Agosto de 2010

ROER UMA E TODAS AS MAÇÃS PROIBIDAS

 

Prevenir sem prever. Poupar sem sovinice da contemplação. Transgredir normas que fazem depender do consumo momentos felizes. Limpar vícios associados a estares gastos com pretensa qualidade. Rendilhar fantasias. Embriagar o espírito com novo borbulhante servido em taças que o multiplicam em frequências insuspeitas. Por isso nunca vistas. Por isso novas. Por isso redundando em espanto/fascínio. Cristalizadas em pixéis - arquivos auxiliares das memórias. Quentes e boas como as castanhas assadas que Setembro trará, antes de trinta dias contados.

 

 

Amor feliz, depois casamento voluptuoso entre arquitectura e engenharia, não sendo raro é, por si, obra de arte que desafia outras convencionadas. Na maqueta, jogar com os planos, a incidência solar e as sombras projectadas, integrar o ambiente natural é antecipação de futuros ao serviço das pessoas-alvo, de todas as curiosas que mais querem ver e saber. Reter. Como Frank Lloyd Wright e aqueles que lhe materializavam a fantasia da criação esmiuçada nos detalhes e colavam à natureza o que não era pertença.

 

 

Mais Amorins houvessem no que ao empreendedorismo concerne, e paraísos, até agora esquecidos em Portugal, enterrariam alicerces nos solos sequiosos de bons serviços. Do miserável outrora implantado nasceriam édenes onde apetece roer uma e outra e muitas vezes todas as maçãs proibidas.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 11:43
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
13 comentários:
De Veneno C. a 28 de Agosto de 2010
Quente e boas, trazidas por Setembro, são esperadas lá mais p'ra Novembro, onde o santo do costume as apadrinha com o novo vinho. Mas os tempos andam mudados... lá mais a sul. Talvez como esse borbulhante.

Lá mais a norte, o haver do Amorim não tem plural.
Será pena? Mas não consta que nos paraísos dele se roam maçãs proibidas... antes se metem & sacam rolhas a torto e a direito.

saca saca (http://www.youtube.com/watch?v=CS4ZtOTZhuM)

mete mete (http://www.youtube.com/watch?v=E-JOSAU76J0)

De Maria Brojo a 29 de Agosto de 2010
Veneno C. - pois a falta de plural de Amorim é erro a corrigir. Que se dane o acordo ortográfico e os pré-conceitos contra homens que das rolhas avançam para mais.

Os vídeos estão em arquivo para serviço posterior que consubstancie texto. Obrigada.
De Veneno C. a 30 de Agosto de 2010
Não é só o acordo que se dana. São tantos os desacordos... Parece um bate-e-foge!

Quais preconceitos? Contra quem e porquê?
Avançar das rolhas para mais... depende! Ou os fins justificam os meios? Ficaram tontos com o borbulhante? Tem causa a defender?

Talvez possa também cantar loas a Tomé Feteira (http://www.ionline.pt/conteudo/74770-tome-feteira-eu-nao-lhes-faco-vontade---video-)
De Maria Brojo a 30 de Agosto de 2010
Veneno C. - preconceitos que disfarçam invejas, 'uvas verdes', e outros sentimentos menores.
E não, os fins não justificam os meios, mas objectivos alcançados existem que merecem aplauso.
De -pirata-vermelho- a 28 de Agosto de 2010
Desculpe mas -pra usar expressão sua- você está a ensandecer -esta é outra...-
OU!
nunca soube ver a diferença entre o analfabetismo rico e a riqueza das almas.

(é que fala sempre por defeito dizendo'sem prejuízo de outras coisas'... etc etc
MAS!
nunca o seu postear ou a sua ocupação mental aqui delineada vai ao encontro da grande alma ou do grande saber ou da grande cultura ou ...
OU ISSO!
Por acaso
nunca falou de Dostoievsky nem de Mendelssohn nem de ir ao Bayreuth ouvir o 'mestre'ou a Milão ouvir a Kiri Te Kanawa
ou isso...
OU!
acha qu'as chinelas de plástico e os proclamados gozos efémeros convencem alguem que não pense c'os pés de dar pontapés, seja na gramática na política na negociata ou na redonda bola de futbole?


É pena que se perca a escrita com graça mas não há tema que não m'esmoreça, bem à la MRPinto ou à la mais recente RFerro und alles.


Que pena...!
De Maria Brojo a 29 de Agosto de 2010
Pirata-Vermelho - esmoreço-o? Saiba que lamento causar-lhe dano. Mas não esmoreça por tão pouco. Muito a sério, julgava-o mais resistente. Neste departamento, que sobre outros muitos seus nada sei ou adivinho.
De Acúçar C. a 29 de Agosto de 2010
Insolúvel - Prevenir sem prever? E o inverso? Estamos a pensar em quê? No vazio? Ficção? Sudoku?
Só da cabeça? Transgredir normas... é de droga que se recomenda? Cristalizadas, quentes e boas, são as taças ou as frequências? Serão insuspeitas. O resto... nem por isso. Baralhar é preciso.

Sudoku = Sūji wa dokushin ni kagiru = Os nºs só devem ocorrer uma vez!

Então, roer as tais maçãs sudoku, para prevenir os maiores danos da cabeça, prevendo que destas fantasias não precisa a humanidade, antes pelo contrário, ou seja, a Virgem que nos proteja!
De Maria Brojo a 29 de Agosto de 2010
Veneno C. - não gosta de charadas que dêem trabalho aos neurónios?
_ Adoro! Mais ainda se implicarem palavras embuçadas.
Vá lá, assim ache meritório o esforço, atente nas contradições aparentes e leia o que está escrito e não parece.
De Veneno C. a 30 de Agosto de 2010
Quem lhe disse? Enganou-a ;-) Estava a pensar no Acúçar?

Mas se tivesse de o fazer... preferia outros trabalhos, os neurónios querem-se frescos!
Tal como as embuçadas... antes noutras circunstâncias.
Não 'brinque' com coisas 'sérias'. As contradições aparentes serão contradições mesmo, enquanto não forem contraditadas. O que está escrito e não parece, está escrito. Pareça ou não. Ou as 'iludências aparudem' ;-)) o que só fica bem ao inimitável artista
António Aleixo, quando disse

Sei que pareço um ladrão…
mas há muitos que eu conheço
que, sem parecer o que são,
são aquilo que eu pareço.
De Maria Brojo a 30 de Agosto de 2010
Veneno C. - existe leitura e metaleitura. Cito:" A metaleitura é uma das várias dimensões ou faces da metacognição. Outras dimensões são a metacompreensão, a meta-atenção, a metamemória e a metaescritura."
Contadições para quem as julga tal.
De Veneno C. a 30 de Agosto de 2010
Panaceias - Leitura continua a ser o que é. Boa ou má. Sem divagar.
«O bom leitor avalia o que lê enquanto lê. Pergunta a si mesmo: que sentido tem isso para mim? O autor é qualificado? Escreve bem? Apresenta apenas um ponto de vista do problema? Qual é a principal ideia deste parágrafo? Isso tem fundamento?
Ao finalizar a leitura dum parágrafo, procura fazer uma síntese mental, uma representação conceitual, com suas próprias palavras, do que leu.

O mau leitor acredita em tudo o que lê. Acha que se algo está impresso deve ser verdadeiro. Não confronta o que lê com suas experiências ou com outras fontes. Nunca julga criticamente o escritor ou o ponto de vista que ele defende.»

«Semântica: um ramo da linguística que estuda a significação como parte dos sistemas das línguas naturais. Inclui diversas categorias, como coesão proposicional, coesão estrutural, consistência externa, consistência interna e claridade informativa (Buron, 2006)»



De perseu a 29 de Agosto de 2010
Teresa não é verdade que esta crónica realça o que há muito pouco tempo era quasi irreconciliável?Arquitectura e Engenharia?
O exelente trabalho de fotografia e texto assim o evidenciam.
Salienta ainda a forma inteligente de gerar riqueza,trabalho e desenvolvimento.
De Maria Brojo a 30 de Agosto de 2010
Perseu - estou consigo neste pensar. Arquitectura e engenharia andam a par, bem como a inovação em materiais (contributo nada despiciendo da química e da física cuja rampa de lançamento foi a conquista aeroespacial).

Comentar post

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds