Sábado, 28 de Agosto de 2010

ROER UMA E TODAS AS MAÇÃS PROIBIDAS

 

Prevenir sem prever. Poupar sem sovinice da contemplação. Transgredir normas que fazem depender do consumo momentos felizes. Limpar vícios associados a estares gastos com pretensa qualidade. Rendilhar fantasias. Embriagar o espírito com novo borbulhante servido em taças que o multiplicam em frequências insuspeitas. Por isso nunca vistas. Por isso novas. Por isso redundando em espanto/fascínio. Cristalizadas em pixéis - arquivos auxiliares das memórias. Quentes e boas como as castanhas assadas que Setembro trará, antes de trinta dias contados.

 

 

Amor feliz, depois casamento voluptuoso entre arquitectura e engenharia, não sendo raro é, por si, obra de arte que desafia outras convencionadas. Na maqueta, jogar com os planos, a incidência solar e as sombras projectadas, integrar o ambiente natural é antecipação de futuros ao serviço das pessoas-alvo, de todas as curiosas que mais querem ver e saber. Reter. Como Frank Lloyd Wright e aqueles que lhe materializavam a fantasia da criação esmiuçada nos detalhes e colavam à natureza o que não era pertença.

 

 

Mais Amorins houvessem no que ao empreendedorismo concerne, e paraísos, até agora esquecidos em Portugal, enterrariam alicerces nos solos sequiosos de bons serviços. Do miserável outrora implantado nasceriam édenes onde apetece roer uma e outra e muitas vezes todas as maçãs proibidas.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 11:43
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds