Sábado, 25 de Setembro de 2010

OFEREÇO-TE UM TRAGO DE SOL

Takiguthi, Alain Dumas

 

Neste Outono nascido há par de dias, houve a graça dos céus duma chuva bem-vinda que da terra fez exalar cheiro de molha. Talvez as raízes profundas não tenham bebido o bastante, mas as cobertas por fina malha de solo embriagaram-se de felicidade. Porque as raízes sentem ao seu modo vegetal as penúrias e as bênçãos dos humanos e da meteorologia, brilham as folhas dos loendros no separador de faixas da avenida em frente. Para os plátanos veio tarde o choro de alegria da aerosfera – já as folhas misturam o cobre com verde esmaecido.

 

Num sábado soalheiro, liberto de obrigações, a frescura condiz com a Estação recém-nada. Apetece tudo. Apetece que a luz solar não se esconda. E vem à memória o sofrimento negro dos 33 mineiros chilenos desde 5 de Agosto sob o solo profundo da mina de Sam José. Para Novembro é esperado que a perfuradora habituada a cheirar petróleo, atinja os 700 metros de profundidade onde, em espaço exíguo, penam os homens.

 

Os corpos dos soterrados preparam o resgate através de exercícios respiratórios e outros que lhes modifiquem a postura para a subida em cápsula metálica na posição vertical.  "O treino é o 'L1-Modificado', usado por pilotos de combate, para cooperar e ajudar o sangue a subir das extremidades inferiores para cima, para evitar desmaios por permanência numa posição rígida".

 

Se a preparação física está, no possível, cuidada, como regularão os mineiros o psiquismo, a afectividade, a espera, os conflitos e as lideranças que na tragédia surgem? Tantos dias negros sem mais à vista que os pares e a terra e os escombros malvados da mina que antes de desabar já ‘chorava’! Como este acontecimento traumático lhes afectará as vidas? Em honra deles, celebrar a vida e a esperança, beber o sol e oferecer-lhes um trago.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:37
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
23 comentários:
De Veneno C. a 25 de Setembro de 2010
Com o sangue a subir p'ra cima... enquanto a escavadora vais descendo p'ra baixo... ficam muitas dúvidas quanto às velocidades a que estes movimentos se projectam, ou não?

Qual é o diâmetro do furo?
Quantos metros são furados por dia?
Quantos minutos demorará a subida da cápsula?

Será mesmo uma escuridão que os envolve?
Consta que têm televisão, vêem futebol, falam com os familiares...

Que liderança os abala? Do faxina de serviço?

De Anónimo a 25 de Setembro de 2010
O que disse Takiguthi:

Desenhos gestuais de 5 minutos

Fiz estes desenhos com os mesmos modelos usados pelos alunos na aula de gestual, com o tempo estipulado de 5 minutos.
O desafio proposto foi registrar o movimento, proporção e direção das figuras, guiando-se pela busca do essencial da imagem, que coincide com o conceito de mínimo necessário. O tempo restrito tem por objetivo manter o fluxo da ação, tomar decisões "em movimento", sem racionalizar.
A tentativa de copiar o modelo (seja pela descrição das formas, seja pela colocação dos detalhes) deve ser evitada. O desejável, no máximo, é lançar mão de pequenos toques que sugiram e configurem as especificidades do tema.
Vale a pena notar nestes desenhos como as linhas exploram os espaços, investigam e procuram conectar as informações visuais. Interessante perceber como, se bem colocada a direção dos espaços, o gesto aparece, juntamente com a sensação da distribuição do peso da figura sob a influência da gravidade.

e muito mais... http://mauriciotakiguthi.blogspot.com/2010/09/desenhos-gestuais-de-5-minutos.html
De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Anónimo - grata pela abundante informação. Irei triá-la.
De Anónimo a 25 de Setembro de 2010
O Sam seria (tio) nos USA.

Ali em San José enquanto há vida... há esperança:

http://www.youtube.com/watch?v=METj7z5-XkI&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=EvNbMPOhazA&feature=related

http://operamundi.uol.com.br/noticias_ver.php?idConteudo=6568
De -pirata-vermelho- a 25 de Setembro de 2010
Oiça lá, oh mnina
você alguma vez pôs os pézinhos na América do Sul?


(...então para que é que se põe a divagar sobre o que anda a sonhar nos intervalos? "Ali em S José" é, só, ali-no-mais-profundo-desconhecido-da-sua-vidinha. Enganei-me?)
De Anónimo a 25 de Setembro de 2010
Ó larilas!
Muchas, estoy llegando de alli... vida mia ;-)

Divagar si vay lejos, coño!
Que te importa a ti, vale?
A mi tambien me gusta deprisa, sabes?

Claro! Redondo... como de costumbre, caray.
(no haces otra cosa)
De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Anónimo - o comentário deve ser 'giro', mas não entendi patavina nem estive para entender.
De Anónimo a 27 de Setembro de 2010
Es muy chulo, si ;-)

Como le gusta al pirata ese, entiendes?
De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Anónimo - que tal português? Odeio «portunhol»
De Anónimo a 27 de Setembro de 2010
El castellano vale tanto como el inglés, el francés, etc.
De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Anónimo - vale, estou certa, mas porque não me facilita a vida e usa o português?
De Anónimo a 27 de Setembro de 2010
Depende do que dá mais jeito. À vezes, mais valeria que escrevesse direito em portunhol, galego, francês ou inglês e não tratasse mal o português com termos e sintaxes desapropriados. Já por aqui foi referida a metaescrita, mas não é coisa interessante, pelos vistos?

"Somos atirados na merda por causa do uso imperfeito que fazemos do bem."
Norman Mailer

Lá vai mais uma achega:

http://subcauda.blogspot.com/2006/09/meta-escrita.html
De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Anónimo - abunda por aí e ali quem escreva incomparavelmente melhor do que eu.

Não confunde 'escrita criativa' com 'sintaxes esquisitas'?
De Anónimo a 28 de Setembro de 2010
Procuro... nem sempre consigo (também com outros).

Não referi 'sintaxes esquisitas' (em castelhano, exquisitas resultariam numa dolzuras!)

http://ciudadmadrid.campusanuncios.com/danuska-soy-un-bombon-muy-exquisito-iid-117500820

Escrita criativa poderá ser (também) forma de criar complexidades (des)propositadas, diria antes, desapropriadas, dificultando (muito provavelmente) boas leituras?

Há quem se esforce... há quem consiga...

"Sempre senti a forma como ela me olhava cada vez que entrava na sala. De sorriso malicioso nos lábios, movia-se com a graciosidade de uma serpente. Seduzia e encantava todos aqueles que ingenuamente caiam no seu colo sedoso. A mim nunca me confundiu : puro veneno. No início achava que a poderia matar de uma forma serena - quem sabe encher o belo copo de vidro reluzente de qualquer espécie de droga? Ao longo do tempo a vozinha da consciência pediu para me tornar mais agressiva. Degolada? Asfixiada? Afogada? Com um tiro na testa? Não me parecia suficiente. A inveja turvava-me os sentidos; quem era aquela mulher afinal que manipulava"
http://www.escreva.com/desafio.php?d=331

http://www.escritacriativa.org/

http://escritacriativa.portoeditora.pt/escrita-criativa-o-que-e/

Aqui, a coisa 'fia mais fino'
http://www.escritacriativa.net/escrita/index.php
http://cvc.instituto-camoes.pt/laboratorio-de-escrita-criativa-nivel-introdutorio.html
http://www.escreverescrever.com/verCurso.php?id_curso=42

Aqui, o estafado 'tira-teimas'
http://pt.wikipedia.org/wiki/Escrita_criativa

E porque sou suficientemente ocioso (e sabendo que poderá ser algo maçador fazer aqui todas estas referências, num estilo nada criativo...) fica por aqui esta missão comprida!

De perseu a 27 de Setembro de 2010
Claro que sim !
Mas por quem sabe,o que não é o seu caso.
De Anónimo a 27 de Setembro de 2010
Aceito o desafio!

Vamos ver quem tem razão, vale?

Há ocasiões para tudo... mas não há necessidade de fazer figuras tristes, ou há?

Que mala suerte! (azar do caraças)

De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Veneno C. - nas tragédias as lideranças psicológicas são rainhas, geram conflitos, esperanças, revoltas, subserviências.
De Veneno C. a 27 de Setembro de 2010
Já vou entendendo.

(... o psiquismo, a afectividade, a espera, os conflitos e as lideranças... faziam-me recear outros conflitos e outras lideranças, género Nau Catrineta)
De -pirata-vermelho- a 25 de Setembro de 2010
-no café da manhã-

Or'aqui está uma inovação do fado (é mais fraca a voz que o arranjo instrumental) que embora um tanto 'discográfica', propõe uma evolução d'acordo com gostos de quem já não ouviu a D. Hermínia; digamos assim...
De -pirata-vermelho- a 25 de Setembro de 2010
'possíveis gostos', digamos assim
De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Pirata Vermelho - gosto, sim. Pelo que disse e omitiu.
De perseu a 27 de Setembro de 2010
Sigo com a atenção e informação possivel esta dramática operação de salvamento.
Para além do drama vida destes trinta e três homens nas profundas da terra,como será o seu convivio?como suportarão esta clausura?

Estou certo que mais uma vez a Engª,neste caso a geoténica,trará de a luz do sol a estes bravos.

Excelente trabalho de pesquisa Teresa,é exactamente assim o treino do "L1 Modificado",é usado pela U.S.A.F. e pela R.A.F.
De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Perseu - tenho seguido e seguirei, esteja certo. Foi a perspectiva emocional que mais me interpelou.

Comentar post

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds