Domingo, 26 de Setembro de 2010

ROLAVA, TRABALHAVA, PENSAVA NELA

Autor que não foi possível identificar, Gil Elvgren

 

Dos pneus sentia a aderência à estrada An. Corriam à desfilada as margens do alcatrão pela urgência do regresso a casa traduzida no velocímetro _ cedo demais para a polícia impor vigilância apertada na adesão dos condutores aos limites de rotações das rodas. Mais para a tardinha, previsto o regresso maciço dos «fim-de-semanistas» idos para fora da cidade que na semana útil os embrulhava - aderência ao voltar antes de escoado o dia possível não os motivava.

 

Na hora matutina para um domingo vago, pensava na adesão difícil entre os materiais escolhidos para cobrir o armazém. Remodelaria o projecto, exploraria outras opções. Segunda, reuniria a equipa. Que os cérebros em conjunto se atormentassem, que a aderência das placas inovadoras tivesse solução.

 

Rolava. Enfrentou outro afluente do rio de pensares que o preocupava. Pelo decréscimo de encomendas, sentia-se obrigado a reduzir o número de colaboradores no ateliê de arquitectura. Explicaria razões. O mau estar que sentia por quebrar vínculos laborais sabendo as dificuldades que enfrentariam até surgir novo trabalho. Qual seria a aderência de cada um ao facto? E a adesão dos restantes membros da equipa que liderava e nele confiavam?

 

Rolava. Trabalhava. Desistiu. Pensou nela quando se despia.

 

Nota: o texto foi intencionalmente construído para deslindar a confusão comum no discurso escrito e oral entre os termos aderência e adesão, sem que uso certo das palavras fosse respeitado. Qual seria?

 

Um dicionário informa:

 

aderência

s. f.

1. Íntima união ou ligação de partes (por acção!ação própria ou por compressão exterior).

2. Qualidade do que é aderente.

3. Acto!Ato de aderir (2.ª acepção!aceção); apoio.

adesão
(latim adhaesio, -onis, aderência, adesão)

s. f.

1. Acto!Ato de aderir.

2. Força que causa aderência.

3. Fig. Apoio, assentimento, cooperação.”

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:59
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
8 comentários:
De Veneno C. a 26 de Setembro de 2010
E passou por Abrantes? Ficou tudo com dantes. O demais nunca é de mais, se formos gramaticais. Mas o limite de rotação das rodas (que vai depender do diâmetro das mesmas - jipe com jante 17'' ou utilitário jante 13'') deita tudo abaixo quando se quer fazer floreados sem jarra para os colocar.

Boa semana 'útil', especialmente aos que a cidade embrulhava. Há que inverter o ciclo e passar na cidade o fim da semana útil (diferente de fim-de-semana útil).

http://www.youtube.com/watch?v=5JPRN0WNO-I

Gostaram?

E para provocar uma forte adesão:

http://www.youtube.com/watch?v=N8q7YgNwRC0&feature=channel

De Maria Brojo a 27 de Setembro de 2010
Veneno C. - elas são lindas, mas o Coiote é de morrer!

Comentar post

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds