Domingo, 3 de Outubro de 2010

ENLEIOS NA PAZ DA CHUVA OUTONAL

Hyung Jun Kim, Louide Richardson

 

Há pessoas assim: sugam a energia de quem as rodeia sem respeito ou pudor. Recolhem nutrientes como planta parasita desenvolvida pelo enleio noutras. A luz solar não lhes chega, e, casos alguns, desprezam a clorofila e a fotossíntese. Ladras vegetais, com órgãos próprios rasgam caules e raízes das vítimas seleccionadas. Colam os tecidos das respectivas musculaturas, extorquem os solutos vitais da parasitada. As carnívoras roubam aos corpos alheios o azoto que lhes falta. Tiranizam-nos. Chupam proteínas e aminoácidos. Dificultam o crescer do vegetal desafortunado escolhido. Tecem armadilhas mais frequentes nas insuspeitas folhas do que nas flores, exalam aromas sedutores que fascinam as presas sem que lhes digiram os corpos – bebê-las, sim, é objectivo. Lentamente, retiram-lhes a energia vital. Ardilosas, portanto. Criminosas, também.

 

Evitando chamar à colação trânsito de energias malinas, espiritismos lúgubres ou halos que envolvem as gentes e especialistas de nada asseguram ler, larápios enfiam a mão nas carteiras onde é guardada a alegria. Levam-na com eles. Somam vítimas. Somam pecúlio oportunista. Somam vitalidades doutrem que desbaratam por não sabem gerir e poderiam alterar-lhes o desgraçado caminho.

 

Prevenção. Eriçar defesas contra parasitismo carteirista das vidas. Impedir proximidade dos roubadores da seiva/vida.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 11:45
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds