Terça-feira, 19 de Maio de 2015

DAS PRAIAS CHEIAS AO XAQUIRO

Garvin Hee, James Knowles

 

 

Banalidades: é iniciado ao nascer, progride inexoravelmente, não é causa de morte precoce, deprime ou conserva leve o espírito de acordo com o entender individual, retira capacidades e soma outras.

 

 

No início do início, não damos por ele nem pelo além que cerca o ninho do existir; nem do ser há consciência. Três anos passados, cortinas de veludo entreabrem-se. Mais tarde, a cambraia, depois organza até se esfumarem os véus. Outros, subtis, persistirão e acumulam-se e, juntos, constituem feltro espesso inexistindo saber ou vontade de os rasgar. Para alguns é tarefa de uma vida inteira impedi-los de crescer e dar-lhes permissão de encurtar horizontes; para tantos, a maioria(?), impera, conformada, a obediência. Deixam de vislumbrar o longe-sensível. E acomodam-se e encafuam-se numa prateleira da toca/refúgio. É falado o envelhecimento.

 

 

No percurso da degradação desde o primeiro grito da criança saída do útero, conhecer é meta primeira. Construir futuros vem depois com a pressa os adiantar. E chegam vintes e trintas e a era dos «entas». A noção da velocidade do tempo é acompanhada pela consciência de opções desprezadas e do passado e presente e do que falta para o final. Tanto futuro vivido com angústia, quando âncora que amarra ao cais o navio não foi nem será lançada se desistência não for escolha!...

 

 

Apodrecer é diferente de envelhecer. Crescer sem desânimo o seu contrário. E se o corpo muda na agilidade dos músculos, a memória embranquece o recente e a ereção não é o que era, o navio pode ter óxido nos latões, mas aumentou sabedoria. Reconhece ventos e marés, lê cúmulos de nuvens. No sexo com os ventres das ondas, descobre modos novos e os mesmos de encharcar e encher a praia que o recebe sem diminuir o prazer. Os dias seguem com paixão. Acordares prometem realidades de um dia de muitos em vez de quimeras. As emoções acompanham-nos. Escaldantes, com mãos e peles que se beijam ao entretecerem-se.

 

 

Vem à lembrança Xaquiro - garanhão que impulsionou a qualidade da raça. Andamentos, temperamentos únicos. Talvez o melhor garanhão lusitano da história. Porque histórico é história e ilumina o presente.

 

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

 
publicado por Maria Brojo às 08:00
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito
7 comentários:
De marta a 28 de Maio de 2010 às 18:23
«Apodrecer é diferente de envelhecer»
e todo o resto do parágrafo, sou prova de como é verdade.
sorriso
De Maria Brojo a 29 de Maio de 2010 às 11:24
Marta - como o seu sorriso me soube bem... Muito bem.
De Veneno C. a 28 de Maio de 2010 às 22:39
Insisto na Pitty... enquanto a erecção se mantiver ;-)

Na sua Estante (http://www.youtube.com/watch?v=45UtFjjeT6o&feature=related)
De Veneno C. a 28 de Maio de 2010 às 23:04
E se garanhão rima com erecção, acrescentando duração, note-se que Xaquito foi obra de Quieto e Quieta. Ambos resultantes dum Estribilho. Ele duma Cigana. Ela duma Jogada. Ganda estocada ;-)

Xaquiro (http://www.allbreedpedigree.com/xaquiro)
De Maria Brojo a 29 de Maio de 2010 às 11:28
Veneno C. - p'ra troca: http://www.youtube.com/watch?v=_MNi7ZRdZlM&feature=related
Nota: não aprecio bonequinhos 3D. Mania, que quer?!...
De -pirata-vermelho- a 29 de Maio de 2010 às 13:35
...e admiram-se de a Mãe-Europa estar a decaír?
Se é para sonhar alto reveja-se a identidade sexual dos grandes simbolos -mesmo que seja delírio- ou a identidade estética dos grandes músicos -mesmo que pareça antiquado.

(esgota-se-má paciência, decai-se-m'a ponta mas ninguem tem nada com isso e não digo 'pica' porque me parece coisa de bonec'animado do liceu ali ao lado)
De Maria Brojo a 30 de Maio de 2010 às 13:22
Pirata-Vermelho - certeiro e ironia elevada. Depois, queixe-se por gostar tanto do que me traz. De si também. Somente o irrita, sei!

Comentar post

últ. comentários

Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds