Sábado, 21 de Fevereiro de 2015

DIÁLOGOS DO ALÉM DE CÁ

justice_by_fabianomillani-d5qmmw7.jpg

TurkSanat Golden_Shot_of_Justice_by_alikasapoglu.j

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Justice by fabiano Millani            Golden Shot of Justice by Alikas Apoglu

 

 

 

Advogado : Qual é a data do seu aniversário?

Testemunha: 15 de Julho.

Advogado : Que ano?

 

 

Advogado: _ Essa doença, a ‘miastenia gravis’, afeta a sua memória?

Testemunha: _ Sim.

Advogado: _ E de que modo ela afeta a sua memória?

Testemunha: _ Eu esqueço-me das coisas.

Advogado: _ Esquece... Pode nos dar um exemplo de algo que tenha esquecido?

 

 

Advogado: _ Que idade tem o seu filho?

Testemunha: _ 38 ou 35, não me lembro.

Advogado: _ Há quanto tempo ele mora com você?

Testemunha: _ Há 45 anos.

 

 

 

Advogado: _ Qual foi a primeira coisa que o seu marido disse quando acordou aquela manhã?

Testemunha: _ Ele disse, 'Onde estou, Berta?'

Advogado: _ E por que é que a aborreceu?

Testemunha: _ O meu nome é Célia.

 

 

 

Advogado: _ Diga-me, doutor... Não é verdade que, ao morrer no sono, a pessoa só saberá que morreu na manhã seguinte?

 

 

 

Advogado: _ O seu filho mais novo, o de 20 anos...

Testemunha: _ Sim.

Advogado: _ Que idade é que ele tem?

 

 

 

 

Advogado: _ Sobre esta foto sua. O senhor estava presente quando ela foi tirada?

 

 

 

Advogado: _ Então, a data de conceção do seu bebé foi 8 de Agosto?

Testemunha: _ Sim, foi.

Advogado: _ E o que é que estava a fazer nesse dia?

 

 

 

Advogado: _ Ela tinha 3 filhos, certo?

Testemunha: _ Certo.

Advogado: _ Quantos meninos?

Testemunha: _ Nenhum.

Advogado: _ E quantas eram meninas?

 

 

 

Advogado: _ Sr. Marcos, por que acabou o seu primeiro casamento?

Testemunha: _ Por morte do cônjuge.

Advogado: _ E por morte de que cônjuge ele acabou?

 

 

 

 

Advogado: _ Poderia descrever o suspeito?

Testemunha: _ Ele tinha estatura mediana e usava barba.

Advogado: _ E era um homem ou uma mulher?

 

 

 

 

Advogado: _ Doutor, quantas autópsias já realizou em pessoas mortas?

Testemunha: _ Todas as autópsias que fiz foram em pessoas mortas...

 

 

 

 

 

Advogado : _ Aqui no tribunal, para cada pergunta que eu lhe fizer, a sua resposta

deve ser oral, está bem? Que escola frequenta?

Testemunha: _ Oral.

 

 

 

 

Advogado: _ Doutor, o senhor lembra-se da hora a que começou a examinar o corpo da vítima?

Testemunha: _ Sim, a autópsia começou às 20:30 h.

Advogado: _ E o sr. Décio já estava morto a essa hora?

Testemunha: _ Não... Ele estava sentado na maca, questionando-se por que razão eu estava a fazer-lhe aquela autópsia.

 

 

 

 

Advogado: O senhor está qualificado para nos fornecer uma amostra de urina?

 

 

 

 

Advogado: _ Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor verificou o pulso da vítima?

Testemunha: _ Não.

Advogado: _ O senhor verificou a pressão arterial?

Testemunha: _ Não.

Advogado: _ O senhor verificou a respiração?

Testemunha: _ Não.

Advogado: _ Então, é possível que a vítima estivesse viva quando a autópsia começou?

Testemunha: _ Não.

Advogado: _ Como é que o senhor pode ter a certeza?

Testemunha: _ Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.

Advogado: _ Mas ele poderia estar vivo mesmo assim?

Testemunha: _ Sim, é possível que ele estivesse vivo e tirando o curso de Direito em algum lugar!

 

 

 

Piadas retiradas do livro 'Desordem no tribunal'. São frases realmente ditas e transcritas textualmente pelos taquígrafos que tiveram de permanecer calmos enquanto estes diálogos aconteciam à sua frente.

 

 

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

 

publicado por Maria Brojo às 08:00
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds