Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

SAI LIVRO DUMA MÁQUINA COMO SE FORA CAFÉ

Lobo pop- art 04 A.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lobo, pop art

 

Máquinas que vendem livros no metro de São Paulo. O criador do projeto, Fabio Bueno Netto, não esperava tamanho sucesso da ideia que colocou em prática em 2003, quando já havia desistido do negócio livreiro. Para queimar o stock e encerrar as atividades, resolveu fazer uma promoção inusitada: "Pague quanto acha que vale". As vendas crescerem oito vezes, o negócio saiu do vermelho.

 

A ideia de vender livros em máquinas de auto-serviço surgiu quando o empreendedor passava frente a uma máquina de café, muito comum nas empresas. Como não havia nada parecido no mercado, adaptou equipamentos para o produto, criou tecnologia para gestão à distância e equipamentos de transporte e reabastecimento para as estações.

 

Foram dois anos e meio de planeamento e investimento de tempo e dinheiro até a venda do primeiro livro. "No primeiro dia de operação, fiquei por perto observando a reação das pessoas. Todos ficavam curiosos, aproximavam-se da máquina, mas não compravam. No fim da tarde, aconteceu a primeira venda. Foram quatro livros vendidos no primeiro dia."

 

Estas máquinas de venda de livros não dão troco, mas aceitam que cada pessoa pague quanto acha valer o livro que deseja, a partir de uma nota de dois reais, cerca de 60 cêntimos, a nota com o valor mais baixo do Brasil. As máquinas também existem nas ruas da maior metrópole da América do Sul.

 

CAFÉ DA MANHà

 

 

publicado por Maria Brojo às 09:46
link | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds