Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

SOBRE AS «NEGAS» DO (SOR)RISO


Alanzinn e M.L.Garmash

 

Mais importa falar de afectos que das frivolidades mediáticas. Descartáveis. Precárias. É exemplo o declarado  “morrer na praia” de Miguel Cadilhe acerca do inquérito parlamentar sobre a intervenção do Banco de Portugal no BPN. Quem o irá lembrar daqui a meses? Ninguém! Ressalvo oportuno arremesso eleitoral.

 

 Ele não é um homem de risos genuínos. Alguns assomam quando a infelicidade alivia o peso. Escassos. Como a raridade dos momentos que lhe satisfazem a exigência do que diz fazer melhor: amar. Acrescenta:
_  só o absoluto conjugado a dois me torna feliz. E rio, e brinco, e sinto-me Homem. Sem isso sou a minha parte menor.

Mas não é aos olhos da amiga. Custa-lhe vê-lo curvado pelo saco de tijolos que arrasta. Diz-lhe do intelecto e do humor e da disponibilidade que fazem dele afecto maior. Amor romântico ou paixão sem lugar entre os dois.

 

Partilham, distantes três centenas de quilómetros, alegrias e tédios quotidianos. Nada escondem do relevante que lhes atravessam os dias. Ele triste. Ela feliz quase sempre. Diz-lhe confundir alegria com felicidade.
_ Ninguém pode ser feliz tantas vezes!

 

Engano _ pode quem não desiste de fruir do bom e retirar substância às miudezas. E ela, pela matriz que a determina e reconstrói, não se acobarda ou resta passiva. Vai à luta. Guerreia os momentos até deles extrair o suco da alegria. Da felicidade. Talvez miúda. (Sor)Ri com verdade.  O amigo não. Guerrilheira destemida também na conquista do verdadeiro riso que tanto anseia desenhar os lábios dele.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

Your Song - Moulin Rouge

 

publicado por Maria Brojo às 01:54
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (7) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds