Domingo, 10 de Janeiro de 2010

PARADIGMA: 500 EUROS

Matthew Carlton
 

Licenciados, com especialização ou pouco qualificados. Conseguindo trabalho, em média, arrecadam quinhentos euros para a sobrevivência. Maior é o vencimento de uma funcionária doméstica com «casas» para lhe preencherem a semana. Não é a «empregada» que ganha demais – são eles, jovens e adultos até aos vinte e cinco anos, que ganham pouco.

 

A geração mais escolarizada de sempre é também, pelo império da necessidade, a mais dócil relativamente às exigências dos empregadores. Aceitam cumprir horários escandalosos. Aceitam a precariedade dos ‘contratos a termo certo’ e anos a fio com ‘recibos verdes’. Aceitam trabalhos que não os gratificam, nem, tão pouco, correspondem às habilitações. Porque sem «saber» sabem que o trabalho/ordenado é decisivo na construção da personalidade, na passagem para o mundo adulto com responsabilidade indispensável ao «crescer» digno.

 

Numa década, subiu para 50% o número dos jovens sem contrato permanente, de um para seis os desempregados juvenis e, neste lote, triplicou o número dos que possuem licenciatura.

 

Democratizado, o ensino não soube fornecer competências adequadas às exigências dos empresários. As universidades debitam diplomas a um ritmo incapaz de ser absorvido pelo mercado de trabalho. Não é desejável contracção nas habilitações superiores, antes rever criticamente os curricula em todos os níveis da pirâmide escolar. Maior exigência é caminho para alterar o novo paradigma: ‘licenciado ganha a vida num call center’. Mantendo-se, os danos futuros são impossíveis de prever.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 09:34
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (8) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds