Sábado, 14 de Agosto de 2010

QUENTE, CALDO, CALDISSIMO

Sorayama e autor que não foi possível identificar

 

Primeiro, ficam de molho em água quente. Ela aproveita o vagar e tira do esterilizador instrumentos retorcidos. O paciente aguenta o escaldão até poder. Ultrapassado o admissível, reclama, constrangido, não seja tido por novato na andança, ou, pior, niquento e piegas. Ela mergulha a mão. Invariavelmente, diz:

 

_ Está boa, mas se incomoda…

 

Afoitos na opinião alheia ou temerosos ou sensíveis a quenturas, confirmam que sim, que está calda. Contrariada, ela acrescenta água fria. Num sorriso de ‘apanha-cliente’, pergunta:

 

_ Está melhor?

 

Genuinamente aliviado, esboço de reconhecimento por ter sido atendida a prece. Para que se cale durando o sacrifício, põem-lhe no colo revistas de bonecos. Requentadas. No entretém da espera, melhor desfolhá-las que olhar o alinhamento dos metais de tortura.

Ela toma posição. Calça luvas e retira um do molho. Analisa-o, sobrolho franzido. Mergulha-o.

 

_ Outro!

 

Repete a investigação e coloca-o onde saiu. Na panóplia, escolhe o utensílio preciso. Inicia o procedimento, enquanto o dono dos apêndices inspira fundo e antevê o seguinte. Apertando as dores, torce-se e solta gemido ou grito ou uivo. Ela, angelical e atenta:

 

_ Magoei? Tem de ser.

 

E avança explicações que lhe desculpem o dano e caiam, directas, na má conformação do infeliz. Para dentro, ele conta quantos faltam. Volta o silêncio se a perita não for dada a tagarelices/tolices. Revistas de lado, ele poupa os olhos para os detalhes da tortura. Ido o pior, suspira. Os cremosos afagos finais tentam apagar memórias recentes e vívidas. Paga. Já fora:

 

_ Safa! Vai demorar até os veres. Olha se tinha calos! Pois se existem peixes-pedicure que cuidam dos pés mansamente, antes cócegas dos aquáticos «papa-peles» mortas! Na próxima, estabelecimento com tanque e Garra Rufa dentro. Abençoado Oriente que «franchisou» moda nova e antiga!

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 08:42
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (19) | favorito

últ. comentários

Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds