Quarta-feira, 5 de Novembro de 2014

"FLORES DO MAL" OU OS VÍCIOS DE FERNANDO PESSOA

newsletter-flores-do-mal-1-jpg-2496.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Com inocência e êxtase ou abandono e decadência, Fernando Pessoa & heterónimos escreveram sobre os seus vícios. Absinto e morfina, vinho, aguardente ou ópio são algumas das drogas do poeta.

 

Pela primeira vez, em As Flores do Mal – absinto, ópio, tabaco e outros fumos esses textos estão agora num só livro. Além do escândalo de textos de delírio e masturbação, As Flores do Mal exibe 51 fotografias originais de Pedro Norton. A preto e branco, são imagens de perturbadores vícios contemporâneos, que entram em diálogo com a prosa e os poemas de Pessoa.

Esta é uma edição como nunca se fez em Portugal. Em grande formato, com capa de madeira. Cada capa foi feita a partir de uma só folha de madeira. Com tecnologia laser deu-se à madeira flexibilidade para fazer a lombada e desenhou-se a imagem da capa e da contracapa.

 

Detalhes: 32 textos, 51 fotografias, numa edição de materiais luxuosos. Formato de 24 cm x 24 cm, 156 páginas em papel Gradapat com uma densidade de 160 g, intercaladas com 5 separadores em papel Pop’set de 240 g.

 

Compra limitada à oferta existente. Os livros adquiridos serão enviados para a morada que nos indique, a partir de 17 de Novembro. Portes de envio (para Portugal e Ilhas) suportados pela editora.

 

Os textos foram objeto de um tratamento gráfico surpreendente, inspirado no modernismo de Pessoa e da geração de Orpheu. Uma paginação heterodoxa e original, que pode espreitar neste vídeo.”

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:34
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
Sábado, 25 de Outubro de 2014

A MOURA E O FILHO ABASTADO DO «NUORTE»

Silva Palmeira AB.jpg

Silva Palmeira 3.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Silva Palmeira

 

O António Eça de Queiroz que não perde estocada na amável guerrilha editada pela Guerra e Paz, “Porto Versus Lisboa” onde dá réplica ao António Costa Santos enviou-me delícia que seria egoísmo não partilhar. Deslizava ele pela Foz, facto que, por si só, me suscita sentimentos menores como o da inveja, quando lhe pedi autorização para o nomear e fazer cópia do apontamento humorado. Obtive pronto assentimento. O que ouviu, depois escreveu, reza assim:

 

"O filho do empresário do «Nuorte» apaixonou-se por uma lisboeta e decidiu casar. Muito a medo, foi contar ao pai, temendo a sua reação, por se tratar de uma «moura» de gema. Ao contrário do que esperava, o empresário ficou contentíssimo, prometeu-lhe grande apoio e deu-lhe alguns conselhos:

 

- meu filho, para começar, vão um mês para Bora-Bora, para o melhor hotel, para mostrar a esses lisboetas que a gente do «Nuorte» tem dinheiro;

 

- o casamento vai ser no Mosteiro dos Jerónimos para mostrar a esses lisboetas que temos gosto;

 

- o copo de água vai ser no Hotel da Lapa para mostrar a esses lisboetas que sabemos luxar;

 

- quando chegares ao hotel para passar a noite de núpcias, vais carregá-la ao colo para mostrar a esses lisboetas que somos uns cavalheiros;

 

- antes da entrada no quarto, dás-lhe passagem para mostrar a esses lisboetas que somos educados;

 

- no quarto, tiras-lhe lentamente a roupa para mostrar a esses lisboetas que somos carinhosos;

 

- quando ela estiver toda nua, “bates uma punheta”, para mostrar a esses lisboetas que não precisamos deles para nada!”"

 

Nota - não me justifico pela transcrição da gíria final. Da hipocrisia e falsos pudores de salão há fartura. Fosse substituída a expressão "masturba-te" e a genuinidade ficaria, hipocritamente, omissa.

 

CAFÉ DA MANHà

 

 

 

publicado por Maria Brojo às 07:16
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (3) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds