Terça-feira, 7 de Abril de 2015

PROFECIAS DE RASPUTIN

suntala 13.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O homem não era boa rês, é conhecido. De tudo afirmava saber por artes próprias ou do demo. Iluminado, mágico, santo, funesto, insuportável. Por muitos cultuado. Li por aí algumas das suas intuições (profecias?). A «modos que» as acho próximas dos horóscopos - cada um enfia a desejada carapuça.

 

“Antes que O meu corpo se converta em cinzas, cairá a águia santa. Será seguida da águia soberba. - Por esta profecia foi entendida a queda do império russo, poucos anos após a morte de Rasputin, e a chegada do comunismo.

 

“As trevas cairão sobre São Petersburgo. Quando mudar o seu nome o império terá acabado. - Com a chegada do comunismo, São Petersburgo passou a chamar-se Leninegrado. Perdeu a condição de capital em favor de Moscovo.

 

“Maldito o dia em que se faça comércio com o útero materno. Neste dia os homens deixarão de ser criaturas de Deus para se transformarem em criaturas da ciência. - Referência ao aparecimento dos úteros de aluguer.

 

“O mar entrará nas cidades e nas casas. Os campos ficarão salgados. O sal entrará nas águas. Não haverá água que não seja salgada. - O aquecimento global e o derretimento da camada polar fazem aumentar o nível dos mares. Muitas cidades costeiras correm o risco de desaparecer.

 

“Quando Sodoma e Gomorra aparecerem de novo na terra e os homens se vestirem de mulher e as mulheres de homem, vereis passar a morte cavalgando sobre a peste branca. - Interpretada como referência ao HIV, considerando a promiscuidade sexual como causa da disseminação do vírus.

 

“Chegará um tempo em que o Sol chorará sobre a terra. Suas lágrimas cairão como chispas de fogo que abrasarão as plantas e queimarão os homens. - Possível referência à destruição da camada de ozono e respetivas consequências.

 

Como a maioria das profecias, as de Rasputin também deixam previsões de vida plena e abundante para a humanidade. Infelizmente, somente após o caos que construímos. Uma coisa tenho por certa: odeio profetas!

 

 

Nota- É hoje comemorado o centenário do nascimento de Billie Holiday.

 

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 08:00
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
Domingo, 16 de Janeiro de 2011

BEIJO DE MULATA

Mati Klarwein, Henry Lee Battle

 

Beijos sempre são. Confirmam amores, inauguram conhecimento pelo aflorar da face, uma atracção que do olhar foi além. Falam e contam de quem os partilha em mistura antecipada dos corpos e suas bocas. Crismam intimidades nascentes como acertadas ou equívocos e, dum modo ou doutro, concebem lembrança que num inesperado momento regressa. Talvez sorriso pintado de nostalgia acompanhe a volta do instante passado, a memória de veludo. Talvez o beijo convoque tristeza ácida se mágoas vieram depois. Mas, ainda assim, certo foi o começo iludido, a expectativa, o arrepio do novo, a fragrância desconhecida, a embriaguez que anulou o deslizar do tempo. Pode viver-se com muitas privações; sem beijos, não.

 

O Abelaira falava no Bosque Harmonioso de muitos beijos e bocas. Cristóvão Borralho por uma enfeitiçado haveria de, feito louco, ir de continente em continente para a reencontrar. Deu com ela, sim, muitos anos depois. A emoção da experiência prima veio intocada. Cessou a busca. Cumpriu o destino escolhido.

 

E se, como escreveu Gedeão, lágrima de preta está isenta de “… sinais de negro, nem vestígios de ódio. Água (quase tudo) e cloreto de sódio.”, já a beijo de mulata encerra mistérios. Germina, selvagem, nalguns quintais de Moçambique. Floresce em rosa ou lilás. Dons medicinais caracterizam-na. Misturada com folhas e ervas seleccionadas, dá provas de combater eficazmente doenças oportunistas do HIV. Hábeis nesta farmacopeia tradicional, curandeiros sábios logram êxito onde a farmácia tradicional falha. Milagres do beijo de mulata que na região de Nampula acontecem.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:46
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (9) | favorito
Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010

NORTON OU AVG DO SEXO

Autores que não foi possível identificar

 

É da APF – Associação para o Planeamento Familiar. Cartaz com dois corpos, possivelmente três vá a observação ou a confusão que proporciona mais longe. Castanho e peludo um braço, ‘branquelas’ secções de corpos mal identificados. Concepção gráfica e de design, péssima – desconfiando do meu saber, pedi ajuda a especialistas. Unânimes com a minha impressão prima. Dizeres: _ “Já pensaste que o preservativo pode ser o melhor brinquedo de adultos que existe?” Pasmei e li o resto em gordas e maiúsculas: _ “Ama, diverte-te, usa preservativo.” Patrocínios: Norlevo, pílula do dia seguinte, e o Alto Comissariado para a Saúde”.

 

Não sou mulher que desperdice tempo com escândalos bafientos, mas sobreveio indignação que subiu ao gorgomilo. O preservativo é o melhor brinquedo adulto conhecido? Homessa! Peçam a homens e mulheres para escolher entre brincar com o dito e com cartão de crédito com tecto ilimitado cuja factura não pague. Até desafio de futebol, para eles e algumas elas, é brincadeira maior envolvendo «bjecas» e pistáchios. Perdendo o clube do coração, duvido que o preservativo faça milagres risonhos.

 

Autor que não foi possível identificar

 

Com menos ironia: a mensagem da necessidade preventiva do polímero adaptado ao membro eréctil sai diminuída. Se ele rejeitar, a(o) parceiro insiste: _ Enfio-to com a boca, a língua. Se estiver (cor)rompido, tenho Norlevo para o pequeno-almoço e saio tranquila. Não resultou? HIV infiltrado? _ “Azar, brincámos à «fartazana». Valeu!”

 

Ainda com dose inferior de ironia, o “ama, diverte-te, usa preservativo” tem interpretações e mensagens subliminares várias:

_  amor como atracção estritamente física, reinação e gozo sem limites;

_  amor/afecto compatível com negociações laterais e brincalhonas;

_  sê promíscuo, «swinga» – o cartaz sugere pelo acima referido – que o preservativo lá está como Norton ou AVG do sexo. Só faltam scans de limpeza anti-vírus.

 

Em caso qualquer, um desastre. Por ser dirigido a adolescentes, piora.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

Quando o Amor abrangia o mundo.

 

 

publicado por Maria Brojo às 07:21
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (12) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds