Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2015

O «GRITO» DAS ÁRVORES

James Francis Dandy - disappointed-love.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

James Francis Dandy – “Disappointed Love”

 

 

Se uma árvore cair numa floresta, sem ninguém por perto, é emitido algum som? De acordo com uma investigação de cientistas franceses, as árvores que estão a perecer emitem ruídos que indicam a sua morte eminente antes de caírem.

 

 

 

Investigadores da Universidade de Grenoble conduziram vários testes laboratoriais que indicaram que quando as árvores sofrem de seca prolongada – o que começa a provocar a sua morte – emitem estalidos ultrassónicos, que são 100 vezes mais rápidos que os sons passíveis de serem ouvidos pelos humano.

 

 

 

Nas experiências, os cientistas utilizaram lascas de pinheiro morto embebido em hidrogel para simular uma árvore viva. Posteriormente, expuseram o gel a um ambiente artificialmente seco e registaram os ruídos causados por bolhas de ar que se acumularam, o que simula as condições que uma árvore enfrenta durante uma seca.

 

 

 

Segundo Philippe Marmottant, investigador principal do estudo, esta metodologia ajuda a acelerar o processo de desidratação e permite aos cientistas estudar o fenómeno mais rapidamente. “Podemos acompanhar a articulação das bolhas e o que descobrimos é que a maioria dos sons que foram registados está ligada às bolhas”, indicou o investigador ao Inhabitat. “Digo maioria dos sons porque pode haver outras causas para os sons como rachas na madeira ou insetos. Mas a maioria dos sons que ocorrem durante as cavitações são devido a estas bolhas”.

 

 

 

Agora que o fenómeno foi descoberto os investigadores estão a trabalhar num equipamento para permitir  ao ouvido humano detetar os sons das árvores.

 

 

 

Nota – Fonte

 

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

 

publicado por Maria Brojo às 08:00
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 17 de Julho de 2014

NO "FAROL BRANCO"

“Boat by a Lighthouse a Squall Going Of” também conhecida como “Shipwreck”  -

James Francis Dandy (1793 – 1861)

 

Faróis. Remetem o imaginário para idos de tempo colorido por via duma paleta elementar. Quase ingénua. Nunca a terão possuído pela constância da essência do ser humano extremado na dignidade ou na malícia. Mas é a rudeza de vidas que os faróis me evocam: árdua, madrasta, a fazer da sobrevivência aventura quotidiana.

Assumindo gosto por destinos marginais aos produtos turísticos costumados, um houve que me cativou de modo indelével pela excelência do todo precisado em viagem que faça –novidade, mala semivazia, partilha íntima. Na Holanda, encontrei refúgio para encontro com um tempo perdido. Isolado, ma non troppo. Propício à fusão de dois «eus» que, pela força do afeto, fantasiam unidade. Inatingível. Desejada.

Abrigou-me, no extremo do porto de Harlingen, o “Farol Branco” cuja construção por volta de 1920 ocupou o lugar de outro demolido em 1872. Remodelado quando finava o século passado, uma escada liga três andares. No primeiro, casa de banho impressiva pela luminosidade. No segundo, quarto de design ultramoderno, centrado no vasto ângulo sobre o oceano e numa cama de casal de dimensões compatíveis com vastas liberdades. Vidros como paredes que de nada privam. Em cada manhã  (…)

 

Nota: texto na íntegra aqui.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 17:24
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (2) | favorito

últ. comentários

Olá. Posso falar consigo sobre a sua tia Irmã Mar...
Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds