Sábado, 7 de Janeiro de 2012

ENTRE A MAÇONARIA E O ‘TORRESMO DO RISSOL’

Ari Roussimoff, autor que não foi possível identificar

 

Mas que estranha coisa esta de cada um, ao ocupar cargos maiores, ter de divulgar se é mação? Por acaso alguém reclama pela ocultação de pertencerem à Opus Dei? E se os há espalhados por tudo quanto é sítio e são lobby reconhecido e engendram poderes e ascendem como se propulsionados por alavanca que Arquimedes reconhecia erguer o mundo.

 

Complô de influências existem com ou sem secretismos. Esta ribalta da maçonaria, somente entendo pela ligação maçonaria/secretas. Pelas escutas dum «secreta» a jornalista. A classe jornalística, corporativa pois então!, reagiu e destelhou quem pôde. E não é que num país queimado a chama proliferou?

 

Todos os excessos enjoam – confirmo-o pelo meu gosto por ‘torresmos do rissol’ que no dia de ontem revoltaram o fígado como se tivesse cometido pecado. E cometi, todavia consciente de optar entre alimentação saudável e satisfazer deleite atrasado. Lá suportei o mau estar sem lamúrias oficiosas – as oficiais são menos más. Se pertencesse à confraria dos torresmos e por magia fosse guindada a governante ou deputada ou presidente dalguma fundação poderosa seria obrigada a divulgá-lo?

 

Não me venham com transparências indispensáveis como se o ser humano fosse celofane. Todos ocultamos privacidades gostosas sem prejuízo da comunidade/pertença. Curioso é proliferar a chulice dos cidadãos mandantes sem que seja indagado qual a praia a que pertencem; por uma vez o Paulo Portas teve graça: _ “Fui educado nos Jesuítas e a maçonaria não é a minha praia.” Pois não. Ele é mais Aspen. Tem bom gosto.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

Porque me apetece.

 

                                                                                                                 Didier Ferry

publicado por Maria Brojo às 11:24
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (12) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds