Segunda-feira, 6 de Junho de 2011

‘MEA CULPA’ CONFESSA A PECADORA

Jeffrey Batchelo

 

Dia de enfiar papel dobrado no esquife eleitoral. Antes, almoço na esplanada do parque verde preferido. Sóbria a ementa escolhida, conversas cruzadas. Atrás de mim, mãe argumentava contra escolha masculina para enlace casamenteiro. A filha restava em silêncio como se entre duas uma: ou o que a mater família dizia entrava a dez e saía a mil, ou recusava diálogo sobre assunto que somente lhe pertencia. Gostei da rapariga que fantasiei ilusionada, odiei a soberba materna de quem por baixo do cabelo ensarilhado em laca possui toda a sabedoria. Postura tão preconceituosa e manipuladora há eras não ouvia e via.

 

Ao redor, membros das assembleias de voto com lugar marcado, famílias mescladas pelas gerações, pais e criançada ruminando bufete e felicidade parecida com genuína. O relvado extenso pedia biquíni e protector de «UVs». Mas não. Despedi-me com desgosto do lugar tranquilo quando a abstracção esquece ruído domingueiro e avança para pensares íntimos.

 

No canto da assembleia de voto, xadrez político em rostos sisudos e num sorriso. Pela «pinta» melosa, pela espinha ligeiramente curvada, identifiquei-o como representante de partido que não me seduz – muitos anos a dobrar boletins, direi, percepção bastante de frívolos fundamentando atitudes reactivas pelo vestir doutrem. Uns tristes! Mas devolvi o sorriso e votei no partido oposto. Quanto gozo por ludibriar convencidos! Soubesse o maltrapilho mental a verdade e um esgar teria o meu endereço. Assim, não: encheu peito e ego. Não dei por mal empregue o sorriso - bom préstimo escuteiro, aceite seja a hipocrisia a que não me habituo e por vez rara em quem sou. Mea culpa! Não ajoelhei, nem rezei, tão pouco me submeti a cilício. Mui pecadora me confesso, conquanto faltas outras sejam mais satisfatórias do que esta venialidade.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 07:20
link | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds