Sábado, 16 de Março de 2013

META ESOTÉRICA

Norman Rockwel, Yong Chen

 

Não acredito em reencarnações e vidas futuras post mortem. Creio na conservação da massa de Lavoisier, confio nos acrescentos introduzidos à Mecânica Newtoniana pela Relatividade Restrita - a massa de um corpo em movimento não se mantém constante em qualquer condição, ficando na dependência do valor da distância percorrida por unidade de tempo. Não resisto a encadeado lógico: se maior velocidade acresce massa a um corpo, quem se deslocar a 180 km/h, numa viagem acresce em miligramas de miligramas o efeito de dietas e suores do ginásio. Sendo muita a ignorância dos portugueses no que à ciência concerne, fosse isto divulgado, cairiam para metade excessos e acidentes nas estradas. Configuremos: _ Rosarinho, vá mais devagar. A menina não vê que assim engordamos? À chegada, não enfiamos os vestidos/pele.

Esta (des)conversa para meta esotérica: em futura encarnação quero ser personagem de anúncio publicitário. As razões fazem lençol. Para começo: são todos lindos, eles, elas, os rebentos, pais, sogros, amigos e empregadas. Elegantíssimos, peles imaculadas, sempre encantadores, mesmo quando fritam batatas ou aspiram a casa. Eles são gentis, ronronam, oferecem flores, tratam dos filhos e cozinham como rematados «fados-do-lar». As casas nunca cheiram a peixe frito - cheiram a Seychelles ou a floresta tropical. A lida da casa é feita numa dança inebriada como a da Julie Andrews no inefável Música no Coração. Pais, sogros e amigos são sorridentes, isentos de maus fígados, neuras monumentais, rabujices várias ou bicos-de-papagaio. As crianças portam-se divinamente e brincam sorridentes. Os bebés não têm viroses, nem gritam a plenos pulmões ou cospem a sopa - dormem como anjos e são gordinhos. Eles e elas acordam penteados, os pijamas assentam bem e seda para elas é mato. Sedutores, num virar de olhos ou trejeito de lábios, deixam no ar da manhã inventada sugestão de lascívia.

Nós, os mortais que nada publicitamos salvo a vida real, comparados com eles nem pingo de idílicos temos. Que maçada!

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:40
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (6) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds