Sábado, 7 de Setembro de 2013

LÉ COM CRÉ

 

 Benjamin Sones – Psychic Advisor

 

Mãos livro, mãos disfarce, mãos. Do trabalho, revelam calos – enxós e enxadas endurecem a pele como uso de pasta com quilogramas em dossiês; diferentes as zonas coriáceas, idêntico o labor como razão. Unhas castigadas são testemunho de vida carregada de esfregões, óleos, terra, giz. E de mais: que lutam e renegam o ficar no regaço em calmaria indiferente se os dias tremem. Quando brilhantes pelo verniz, apenas contam arranjo de véspera. Mas é através da pele que o escondido fala. Se rugosa e manchada, conta idade ou envelhecimento prematuro por culpa do esgalhar quotidiano ou da falta de cuidado. Áspera e feminina, delata lixívias, detergentes, roupa torcida com esmero, agulha de quem costura ou cose peúgas, desinfeção frequente que creme não trata. Por tudo, soe mentirem as mãos quando observadas levianamente. Precisam do complemento do olhar e da fala e do pensamento nela expresso para mais dizerem – o trajar é falácia que convém manter arredia. Fossem organizadas duas carreiras, uma com fotografias de mãos desligadas do contexto e noutra, rol de profissões, é de duvidar jackpot no acerto de ‘lé com cré’. O gesticular ajuda a abrir a página certa do dicionário das mãos. Mãos quietas que não condigam com emoções transmitidas alvitram suspeitas da autenticidade no sentir, contenção ou cartesianismo em dosagem elevada. Mãos agitadas quando o relato é sereno, denunciam incoerência entre a paz aparente e o turbilhão interior. Suscitam curiosidade sobre o ausente no narrado. Manda o bom senso e o respeito pelo outro evitar perguntas, salvo se evidente a necessidade de aliviar carga que amachuca quem discorre. Ainda assim, com cautela, não seja quebrado o cristal íntimo. Motores da «psi», escolhidos os instantes, também necessitam de empurrão que os façam entrar no andamento preciso ao dono ou ao servo ou a ambos à vez, à vez.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 08:07
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito
Domingo, 9 de Maio de 2010

‘FORA-O-ÁRBITRO’ E O ‘FILHO-DA-OUTRA’

Gordon France

 

Ai a nuvem de cinzas que não cessa de se comportar como polvo aéreo desdobrando tentáculos para onde os ventos os levem! Se a nossa desequilibrada economia já fora roída na primeira leva dos espirros do vulcão islandês, faltava-nos agora a distracção do Anticiclone dos Açores! Não é aconchego saber os vizinhos espanhóis em caos semelhante. Ao contrário, piora: como principais clientes da produção nacional, dependemos deles para o pão existir sobre as nossas mesas e nas bocas. Ora, a Ibéria tem andado à deriva _ mais parece barcaça de madeira onde faltam pregos que as tábuas mantenham unidas. Pronta a ir ao fundo, não se precatem e poupem e preguem, com afinco, a madeira os homens do leme.

 

Porque chove e as cinzas não têm culpa do azul escondido, melhor é aliviar tristezas legitimando ocasional alienação. E se é empolgante a que lá mais para a tarde nos fará esquecer, além das tristezas, as dívidas! Amarrados aos ecrãs, às telefonias, roendo unhas nos estádios, a milhões de portugueses só importa saber qual o clube campeão e quem vence no Jamor. Em vez da trindade “futebol, família e Fátima”, uma outra: “futebol, fora-o-árbitro, filho-da-outra”. Existe melhor anestesia contra adversidades que descomprimir através dum vulcão de lavas primárias?

 

Vou-me daqui procurar o cachecol. Pô-lo a jeito. Havendo desgosto, volta a restar encafuado na gaveta dos disparates. Até à próxima.

 

Nota: semana excessiva impediu-me de responder aos comentários, lidos «todinhos», como cumpre e devia. Peço desculpa.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 11:12
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds