Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

LAMBER O SAL DA NOITE

 

Miguel Avataneo

 

Não indago como o poeta: “quem sabe se a nossa sintonia não acaba em harmonia?” Entre nós, perdeu sentido. Harmonia conquistada à medida da nossa intenção. E mais não desejamos porque melodia encantatória. Falaste, contei eu, entre garfadas de carvoada. A noite tépida deste outono à margem da outra margem que Lisboa é. O murmúrio do rio ondulava. Cheiro a carvão na mesa da rua - dispensámos a clausura da sala e da esplanada emparedada em vidros. Aliás, pelo lugar rareiam escapes ou gentes que não venham ao mesmo que nós – jantar com Lisboa longe e perto. O pôr-do-sol, em descida de ouro a rubro, pintava o casario da cidade. Tejo aos pés lambia o friso de areia e a modéstia do par de embarcações ancoradas.

 

Perdemo-nos na beira-mar. Suave arrepio divagou pelos meus ombros e costas nuas. E andámos e sentámo-nos nos bancos de madeira cérceos do rio. Ao longe, um forró invadiu a fala e o silêncio. Fugimos. Descemos por carreiro entre socalcos de um jardim anunciado. Que outro povo se não o nosso abandona de esmeros orla fluvial tão bela? Falámos disso e daquilo, do desenvolvimento sustentado. Falámos da estação orbital que luz no negrume do céu mais do que astro brilhante e cujo nome recusou chegar à lembrança.

 

Não despedimos a lua que a noite recortava sem mudar de margem e ver o que vimos ao contrário. De novo, língua de areia (…)

 

Nota - Texto publicado, hoje, aqui.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:15
link | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds