Quarta-feira, 6 de Março de 2013

DOIS «As» – ABOMINÁVEIS ANÓNIMOS

 

Yuri Matsik - Clowns

 

Valente anonimato

 

“Uma das coi­sas que abo­mino na bloga, em toda a net, é o anonimato. Toda a dia­tribe sem assi­na­tura, toda a ico­no­clas­tia atrás de uma más­cara, São o que são: pusilânimes.

Neste blog, ainda por cima um blog que se quer de escrita lúdica, sem pro­pó­si­tos de arre­gi­men­ta­ção, em que todos os auto­res assi­nam com o pró­prio nome, gos­tava que os comen­ta­do­res usas­sem tam­bém o deles. Não gosto de falar com pseu­dó­ni­mos, com fati­nhos de arle­quim e mas­ca­ri­lhas de Zorro.”

 

Manuel S. Fonseca aqui.

 

Eu conheço o anónimo!

 

“Caro, eu conheço o anó­nimo. É uma besta cha­pada, um alarve, um safado. É um tipo que jul­ga­ram inte­li­gente, por­que aos três meses já andava pelo seu pé, mas veio a saber-se que era ape­nas por­que nin­guém que­ria andar com ele ao colo.

 

O anó­nimo tem o cabelo ole­oso, a unhaca do dedo min­di­nho cres­cida e caspa nas sobran­ce­lhas. De figura é um nojo, com queixo pro­e­mi­nente donde parece escor­rer em per­ma­nên­cia um fio de azeite mau. E tem mau hálito, o que agrava o qua­dro, por­que sendo bai­xote dirige, quando fala, o bafo na direção das nari­nas do circunstante.

 

Inte­lec­tu­al­mente é um calhau. Dizem que ficou em segundo lugar num con­curso de estú­pi­dos e que foi con­fun­dido com um peru quando ten­tou mul­ti­pli­car nove por nove. Há quem sus­tente que devia estar inter­nado, mas veio a saber-se que ele era assim por gosto e não por qual­quer defi­ci­ên­cia, salvo de caracter.

 

Não sei se lhes disse que é cor­rupto… Mas é! E men­ti­roso. E viga­rista. O anó­nimo só tem uma uti­li­dade que é esta: pode­mos des­car­re­gar nele o fígado, por­que, cobar­de­mente, embora saiba bem que é dele que fala­mos, nunca haverá de dizer quem é.

 

E tu escu­sas de ficar cha­te­ado. Não é de ti que estou a falar.”

 

Henrique Monteiro aqui.

 

Por me assentar também o gorro, de hoje em diante exposto o que todos sabiam: Maria Brojo já foi “Tati” e “Teresa C.”

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:34
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (2) | favorito

últ. comentários

Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds