Segunda-feira, 23 de Março de 2015

ROSTO DE SAFADA

monalisa-7 A.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não engana. Atentando no olhar, no sorriso adivinhado, nas faces e peito cheios, a volúpia está presente. Retratada aos vinte e cinco anos por moço talentoso, pouco mais novo, íntimo da casa, foi linear o mútuo fascínio. Ela mulher de curvas fecundas por ter dado à luz dois filhos, ele seduzido pelo mistério das profundezas sonhadas lascivas.

 

 

 

Afirmaram-na vizinha de Leonardo Da Vinci em Florença. Casada com um abastado comerciante florentino, Francesco del Giocondo. A família da Vinci e a família Giocondo conviviam, propiciando devaneios que emergem no olhar falsamente sereno e nos polposos lábios. Após ter dado à luz pela segunda das cinco vezes em que o faria, sobrevinha o rosto de bolacha indiciando maternidade recente. O jovem pintor, disposto a descobrir da vida o tutano, iniciou a transcrição para a tela do emaranhado encanto, dos sentimentos e apelos da carne inspirados pela Mona Lisa. Inquieto, exigiu à sua arte excelência e justiça ao indizível elo entre autor e musa. Durante três anos somou finíssimas veladuras, espessando o sereno mistério que da obra flui.

 

 

 

O ar de safadice, a custo arredado da pintura, estaria de acordo com o estatuto de ser Mona Lisa - outra, não a vizinha - amante de Giuliano Medici. Dizem muitos nunca ter existido tal mulher. Estas são algumas das teses sobre a famosa Gioconda. Reza uma delas ser a pintura subtil autorretrato de Lo Leonardo. Dissecando as sucessivas camadas de pigmentos por via de radiografias tridimensionais, surge um possível rosto masculino, distante do balofo ideal de beleza da mulher renascentista. Como diria o Abelaira, se a mulher existiu e com quem «teve partes» nunca saberemos. Uma tese defendo: a cara de contida libertina nem o enquadramento bucólico ou as sábias veladuras tiram.

 

 

 

CAFÉ DE MANHÃ

 

 

 

publicado por Maria Brojo às 08:00
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito
Terça-feira, 28 de Janeiro de 2014

MAIS OÙ SONT LES FEMMES D'ANTAN?

 

  

Autores que não foi possível identificar

 

No texto de arquivo pessoal que mereceu o mesmo nome, “Da Frente para Trás”, e exterior a este paraíso, perguntou o Manuel S. Fonseca: _ “Mais où sont les fem­mes d’antan?”

 

O Bernardo Vaz Pinto comentou: _ “O que mudou afi­nal? Tudo ou um pouco de nada! E ainda bem…a woman is a woman is a woman.”

 

Se nada foi mudado na biologia feminina, se a “woman is a woman”, estares revoltos das mulheres alteraram-se de modo substantivo correndo séculos e outros ciclos da Terra. Tomemos o exemplo da Mona Lisa como imortal símbolo da feminilidade.

 

(...)

 

Nota: texto integral aqui.

 

CAFÉ DA TARDE

 

publicado por Maria Brojo às 12:08
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2012

LEONARD DA VINCI - GÉNIO E MITOS (I)

Mark Bryan, Riccardo Benvenuti, Mandrack

 

Sobre a Mona Lisa e os secretos ícones de Leonardo Da Vinci, aplauso unânime, estudo e cabalas. Mitos, depois.

 

Interessando, o tema de hoje pode suscitar pesquisas ulteriores. A cada um, decisão. Ficam pistas no Café de Manhã.

 

CAFÉ DE MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:53
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 30 de Junho de 2009

"GIOCONDOLOGIA"

 

Mandrack

 

Se os apanhados na teia do título que conhecem a minha bendita qualidade da distracção julgarem ter baralhado o termo com ginecologia, aceito. Digo-a qualidade por descartar o ocioso. Já escrevi cotas por quotas, cascarrão por carrascão. Outras ainda piores. Presumo-as tão graves que… me distraí delas. Esqueci. Arrumei na mala encourada cheia de invisível que guardo e é presumida sem coisa nenhuma dentro. Mas tem. Abarrota. No aparente vazio, estão, amorosamente dobrados pelos vincos, perduram, momentos sem naftalina que lhes substitua o aroma. Alguns com a Toscânia por fundo.

 

Qualquer razão serve para voltar a Itália. Por ora, a exposição Joconde - Da Monna Lisa alla Gioconda Nuda está no Museu Ideale Leonardo Da Vinci. Mostra trabalhos inspirados no quadro Mona Lisa desde o século XVI até hoje. Na Toscânia, até ao último dia de Setembro, pontifica uma madona nua, delicadamente tímida na postura e no olhar, mãos cruzadas no regaço. Tão próxima da genuína que ter passado por fantasia de Da Vinci não surpreende.

 

"Giocondologia" ou "Leonardismo" designa o fenómeno planetário que fez da Mona Lisa ícone da literatura, do design, da moda, da internet, et cetera. Pensar "as origens, o sucesso e os mistérios" da mulher postada em sossego que Leonardo retratou é um dos objectivos da segunda parte de exposição. Outro: catalogar todas as Giocondas do mundo. Contribuo com duas. Mais aceito.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

Esta é uma reprodução da tela anónima que estrela no Ideale.


Para investigar o "Leonardismo" recomendo http://www.freakingnews.com/Da-Vinci-Paintings-Pictures--1909.asp
 

publicado por Maria Brojo às 10:10
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (6) | favorito
Recomendo:

Exposição de Artes Plásticas - Conceito

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

últ. comentários

Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds