Terça-feira, 21 de Abril de 2015

O MONSTRO DE LOCH NESS

Loch Ness monster .jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Loch Ness Monster”

 

 

“O monstro de Loch Ness é sempre interessante para debater e fabular. Há quem acredite nele e há os que duvidam. Independentemente da sua posição quanto ao monstro lacustre e sua existência, é sempre bom lembrar como começou o mistério do famoso monstro.

  

 

Ao que parece, o primeiro encontro original e testemunhado supostamente por várias pessoas, aparece descrito na obra literária Vida de São Columbano (também conhecido como Saint Columba), um missionário irlandês que viveu entre 521 e 597 DC e se mudou para Escócia. Columbano descreve como salvou um animal que nadava no Rio Ness das garras do monstro em 565 DC enquanto trazia um barco para o Santo e os seus seguidores atravessarem o rio e com o enorme poder da sua voz o monstro terá sido repelido pelo Santo. Embora Columbano seja visto meio de lado por noutra parte da obra dizer que conseguiu matar um porco com gritos, o que poderia indicar que ele era dado a dar umas “viajadas na maionese” em seus escritos, há outros encontros relatados na história, estes, com mais credibilidade que o santo irlandês.

 

 

 

O relato mais antigo e com mais credibilidade de um encontro com o misterioso morador do lago foi de um homem, mergulhador profissional que literalmente deu de cara com o monstro, lá no fundo. Este avistamento oficial do monstro deu-se em 1880 pelo mergulhador profissional Duncan MacDonald. Foi-lhe pedido que fosse ao Fort Augustus perto do Caledonian Canal procurar o zona certa onde havia afundado um navio de carga. A seguradora precisava saber o ponto exato do naufrágio, e por isso ele foi contratado.

 

Diver-1874-ambaile Monstro do lago Ness.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Duncan MacDonald

 

 

 

Ao descer as profundezas escuras do lago, onde se situava o navio afundado, iniciou as suas tarefas. Enquanto examinava a quilha para ver os estragos e a trabalhar debaixo dela, de repente viu que ali estava também uma enorme e estranha criatura deitada sobre uma grande rocha perto do barco. O assustado Duncan fez um sinal brusco para ser içado e recolhido de imediato, ao chegar ao barco de apoio onde estava toda sua equipe, os colegas acharam-no muito pálido e branco como a cal. O mergulhador experiente foi retirado da água trémulo, mas depois, já mais calmo, disse que enquanto analisava o navio, a certa altura viu um animal muito parecido com um réptil gigante marinho ou como um sapo enorme que o surpreendeu. Ele quis voltar logo á superfície com medo. Realmente, aquilo deve tê-lo aterrorizado muito, já que ele recusou propostas e nunca mais fez quaisquer mergulho no famoso Lago Ness.

 

O monstro de Lock Ness.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já no século XX, surgiu um outro relato no ano de 1923. Alfred Cruickshank avistou uma criatura com cerca de 3 metros de comprimento e dorso arqueado, mas o registo visual que iniciou a popularidade de Nessie data de 2 de Maio de 1933 e foi relatado pelo jornal local Inverness Courier numa reportagem cheia de sensacionalismo. Na peça conta-se que um casal de hoteleiros Mackay viram um monstro aterrorizante a entrar e sair da água, como alguns golfinhos fazem. A notícia gerou sensação e um circo chegou mesmo a oferecer 20.000 libras pela captura da criatura. A esta oferta seguiu-se uma onda de registos visuais que resultaram em 19 de Abril de 1934 na mais famosa fotografia do monstro, tirada pelo cirurgião R.K. Wilson (daí o nome da fotografia, conhecida como Surgeon’s photo). A fotografia circulou pela imprensa mundial como prova absoluta da existência real do monstro:

 

 

Em 1994 Marmaduke Wetherell confessou ter falsificado a fotografia enquanto repórter ‘free lancer’ do Daily Mail em busca de um furo jornalístico. Wetherell afirmou também que decidiu usar o nome do Dr. Wilson como autor para conferir mais credibilidade ao embuste. Quando R.K.Wilson emigrou para a Australia, este médico entretanto falecido escreveu uma carta ao Daily Mail a revelar que a sua foto era mesmo um embuste com recurso a um submarino de brincar com um pescoço de plástico montado em cima para fazer uma foto do seu suposto “monstro real”.”

 

 

Nota – Para mais saber consultar todo o artigo aqui.

 

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

publicado por Maria Brojo às 11:28
link do post | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (1) | favorito

últ. comentários

Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds