Sexta-feira, 21 de Junho de 2013

À VOLTA DAS SOMBRAS

David Ligare

 

Deve ser uma maçada viver sobre o Equador: 12h de dia, 12h de noite todo o bendito ano. Inexistente o frisson de sentir a luz crescer e atingir o máximo no dia do solstício de Verão - para hoje a noite mais curta dos 365 dias da rotação da Terra - e, a partir dele o inevitável diminuir até ao solstício de Inverno por volta de 21 de Dezembro que marca a noite mais longa do mesmo intervalo de tempo.

 

Mas é deste 21 de Junho o tratado. Com o Sol no ponto mais alto relativamente à Terra, as sombras são as menores do ano. Quem não resiste a olhar para a sua própria sombra tem desgosto. Os demais, a maioria, querem lá saber do pequeno ou extenso rasto sombrio delineado atrás no solo. Tomaram eles que legassem impressivas passadas na vida! Estas, sim, importam. De resto, este Verão começado mais promete véu de nuvens cinza tapando a luz do astro dito rei que marcas/fronteiras entre a luz mais a expetável canícula e o desenho perfeito das sombras.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

                                      Para saber                                                                                            Para fruir

 

publicado por Maria Brojo às 08:38
link do post | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...
De férias , para sempre. Fechou a loja... :-(
Curta as férias querida...Beijos
ABANDONODAVID MOURÃO FERREIRAPor teu livre pensame...
Ainda?Isso aí no Inverno é gelado ;-)

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds