Quinta-feira, 3 de Maio de 2012

"UMA ABELHA NA CHUVA"

 

O que retenho do Fernando Lopes? Filmes que me interpelaram e marcaram pedaços da minha vida. A escolher um, adianta-se “Uma Abelha na Chuva”. Inesquecíveis os grandes planos da Laura Soveral, o ritmo Nouvelle Vague. Do cineasta apenas vi mais duas obras: “Belarmino” e “O Delfim”. Foi com desprazer que recebi a notícia da partida de alguém incontornável na história do cinema português.

FERNANDO LOPES

(1935-2012)

Escreveu Lauro António num artigo ilustrado com imagens que merecem ser vistas:

 

"O que retenho do Fernando Lopes? Para lá dos seus filmes, os encontros no Vavá e no Luanda, com o seu blusão de couro, o seu whisky, o seu café e o seu cigarro. O sorriso no seu rosto, a palavra doce, a generosidade do gesto. “Senta aí!”

Para lá do convívio com os filmes, muitos deles dos mais belos do cinema português, de “Belarmino” a “Uma Abelha na Chuva”, de “O Fio do Horizonte” a “O Delfim”, fica o encontro com o homem, encontro que fiz questão de ser constante ao longo de alguns festivais que fui realizando, onde esteve em todos como Presidente de Júri. Ele era um dos melhores da geração do Cinema Novo, continuou a ser uma dos melhores. Lembro-me dele, em Portel, sentados ambos num banco de jardim, saboreando a aragem alentejana. Saboreando a vida. Agora que partiu, fica essa imagem de quem soube saborear a vida e quem no la deu a saborear."

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:31
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2012

HUMOR PORTUGUÊS NO SEU MELHOR

 

"O governo encontrou uma solução para enfrentar os protestos e vaias populares. Depois de a população de Gouveia ter dito a Passos Coelho o que nem Domingos Paciência disse de Godinho Lopes, o primeiro-ministro decidiu aproveitar o Carnaval para sair à rua mascarado de Dias Loureiro ou de Isaltino Morais ou de vírus da gripe ou de bloqueador de rodas da EMEL para suscitar menos antipatia das pessoas. A segurança pessoal de S. Bento engendrara um plano que passava por mascarar o chefe de governo apenas com lingerie feminina e uma peruca vermelha, para o fazer passar despercebido na rua durante esta semana, mas Miguel Relvas já tinha requisitado todos os soutiens e cintos de ligas da presidência do conselho de ministros para a festa de Carnaval da RTP."

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 10:42
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (1) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds