Terça-feira, 21 de Setembro de 2010

CULPADA COM REMISSÃO

Colleen Ross

 

Somos indisciplinados. Novidade de truz! Aliás, qualquer dardo contra a estima nacional é lugar comum – não temos elevada estima pelo povo pertença, sem dar conta significar o mesmo atribuirmos baixo valor ao individual. Cada um incluído até pelo tórax inchado de soberba que admite o esmo do maldizer. Escriba incluída. Bem pode a mulher justificar através da sistemática análise crítica a reflexão escrita – não impede cheiro malino a distanciamento do normal português.

 

No assunto e prática que hoje a move no dedilhar das teclas, é culpada sem remissão. Estaciona onde calha se completos os sítios legítimos, assim deixe piscando botões disponíveis. Não conta demorar, certeza antecipada e desmentida se fila/surpresa a retiver. Fica em ânsias. Vem à porta lobrigar se é empecilho ou polícia está visível. Não constando ameaças, permanece na fila. Ouvindo apitos raivosos ou espreitada possibilidade de multa, assegura lugar na procissão, apressa sorriso, pede desculpa e negoceia troca de lugar com o outro condutor, ou implora compreensão ao justo caçador de infracções aos direitos de todos. O costume não lhe tem corrido mal e por isso bendiz o poder de um sorriso, mais desculpas embaraçadas e genuínas, a tolerância dos agentes reguladores.

 

Veio a infractora a saber que num ano a Carris perdeu 900h em imobilizações causadas por outros como ela, pagou 400 euros por cada uma das 1300 interrupções. Depois, há quem maldiga a ineficácia dos transportes públicos por lhe aprazer levar automóvel até ao elevador… A consciência cívica tocou a rebate. Rotulou-se de péssima cidadã. Fez jura de não repetir pelo mais sagrado que a vida lhe dá. Daqui a instantes sai de casa, estacionamento privado aguarda-a. Trabalho cumprido, se uma tela for tentação, ou tem próximo lugar permitido ou andarilha a distância necessária para subir, neste particular, a estima pessoal pela cidadã que é.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 06:22
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (16) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds