Sexta-feira, 30 de Março de 2012

PINGOS RETIDOS

Paul Corfield

 

Fosse eu membro do Olimpo e já teria decidido vazar chuvas que limpam o ar de poeiras e alimentam raízes. Dizem estarem a subir de Sul para Norte onde ardem hectares revestidos com bens vegetais, alguns deles que somente daqui a anos muitos adquirirão o esplendor por ora morto.  

 

Ao subir pela IP3, desviando o caminho em Coimbra, os montes e seus cumes à volta de Penacova e Penela estavam luxuosamente penteados com árvores de grande porte. Lá no fundo corre, apressado, o Mondego perdido por chegar à foz da Foz e fazer mistura com águas marítimas. Aldeias de ingénuo e belo casario debruçam-se sobre ele, bebem-lhe a vista e o fluir, oferecem detalhes dignos de qualquer mestre paisagista. Tomara pertencer me dom bastante para recriar a beldade inocente dos lugares que bordam margens do Mondego.

 

Olho pela vidraça e fruo dos pingos retidos. Olho a rua e fruo do alcatrão molhado. Olho ao alto e o cinza promete que o deleite continue. Fica alegre o espírito por afogar a saudade da chuva e pelo júbilo da terra.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 11:32
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2010

RELIGIOSOS, POLÍCIAS E PROFESSORES

Autor que não foi possível identificar, Paul Corfield, William Perry

 

É refrescante saber que religiosos, polícias e professores estão equiparados na confiança que os portugueses lhes atribuem como os menos corruptos do país. Sendo que a maioria dos elementos das classes mencionadas são pelintras por desvio da roda da fortuna, esta fé comove. O mesmo que dizerem: _ Coitados! Que podem eles fazer? De que vale tentá-los se o sistema lhes confere poderes mínimos? Corromper por corromper antes aqueles com estatuto bastante para cunhas que influenciem advires.

 

Longe vai o tempo em que o pároco da freguesia era interpelado sobre a seriedade de jovem casadoiro(a). Em que distribuía pelos desfavorecidos queijo flamengo e leite em pó vindos da Caritas Americana, conquanto reservasse para os seus gastos fatia substantiva. A Irene Lisboa disso fez retrato vivido no “Crónicas da Serra”. Frades e freiras, pelo voto de pobreza, estão impedidos de acumular bens materiais em benefício próprio. Corruptíveis somente por via do coração. Um cachecol de agradecimento, ainda vá, sumptuosidades nem vê-las, nem delas experimentam o aroma, nem lhes caem no regaço.

 

Polícias é outra loiça, ainda assim resignados a parcas ligas metálicas em forma de moedas, no conjunto notas poucas, se no trânsito traficam medos. Isto para os mais afoitos. Os outros, nem isso. A fracção maior, portanto. Arriscam balázios, sim, pecúlios extra, não.

 

Os professores também honestos. Podem enfiar cunha para um infante ter acesso à escola onde os docentes quase pernoitam. Recompensa por isso? _ Nenhuma! A consciência e o risco de ficarem sem trabalho não lhes permite escorregar na rampa que lhes escapa e nem é tentadora. Podem dar explicações sem recibo, mas é crime outro: economia paralela que, somadas a muitas outras actividades, subtrai milhões ao fisco e ao bolso de cada um. Equivalente, assim se deparasse a possibilidade, faríamos pela precisão e pela raiva de tanto roubo incompreensível aos haveres e fazeres. Apontem-me um impoluto e crescerá a minha fé na lusa candura.  

 

CAFÉ DA MANHÃ

  

Autor que não foi possível identificar

 

Cadeira vazia em Oslo ocupada por milhões.

  

Autor que não foi possível identificar e Clay Jones 

 

 

 

Após dezassete anos, os Da Weasel findam o projecto. Memória uma.

  

publicado por Maria Brojo às 07:10
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (4) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds