Sexta-feira, 7 de Novembro de 2014

ROSAS ORVALHADAS

Ella Fournier, Robert M Baumbach

 

Nesta época de aniversários de «escorpiões» familiares que vivo – cinco no total -, hoje acontece mais um. Lembro «escorpião» memorável: Marie Curie. Fora a esperança de vida duplicada e não tivesse manuseado material radioactivo sem qualquer protecção - ao tempo, 1896, eram dados os primeiros passos na descoberta da nova energia – cumpriria o aniversário 147. Mas não, partiu com sessenta e seis anos devido à leucemia provocada pelo meritório trabalho iniciado com a pechblenda rica em urânio, o elemento natural com maior massa. Mereceu dois prémios Nobel: da Física partilhado com Pierre Curie, o marido, e com Henry Becquerel que a incentivara a pesquisar o que o urânio tinha para contar, e, oito anos depois, o da Química. Par de elementos químicos honrou-a através do nome de baptismo científico: o polónio, devido ao país natal de Marie, e o cúrio que pretendeu abranger Pierre Curie. É contado que ainda hoje todo o material de laboratório utilizado pelo casal nas investigações emite radiação em dose letal. Não que admire por ser longo o período de decaimento radioactivo.

 

A «escorpião» que muito amo e partilha data de aniversário bem como o nome com Marie (vertido para português), além de milhões de humanos, é mulher notável aos olhos de quem a conhece. O reconhecimento alheio não carece de grandes feitos que avancem as sociedades; a generosidade e o sorriso espontâneo que dela também é modo, a proteção de desvalidos com nome e rosto transformados em amigos/família conseguem permanência na memória dos próximos. E são rosas orvalhadas que lhe ofereço, colhidas antes do sol, guloso, as lamber.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

Fazem parte do ofertado duas das vozes que prefere e recordam o segundo nome que detém.

 

publicado por Maria Brojo às 08:30
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (5) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds