Quarta-feira, 30 de Março de 2011

«POBRETES», MAS «ALEGRETES»

Paula Rego, autor que não foi possível identificar

Souto Moura, 'Casa das Histórias'

 

Vivemos no estado sabido. Ordenam os valores solidários, assim fossem respeitados, deixar em paz o ceguinho e não o cobrir de pancada. Mas quando não se enxergam os cegos poderosos deste canto ajardinado com mais rotundas por quilómetro que outro qualquer da Europa, apetecem bofetadas. Ficam-se pelo virtual por ser a violência acto feio que nada resolve, ou, então, porque falar/«palavrar» não custa e está certo quem diz existir na cabeça de cada português treinador de bancada. E criticamos, da triste sorte engendramos anedotas, assobiamos para dentro não nos ouçam vizinhos – resquícios do ‘come e cala’, imperador por meio século.

 

«Pobretes», mas «alegretes», no caos que vem de longe e atingiu cume agora, decidimos alargar mesas e palácios com o fim de receber ilustres. Convidámos o Lula da Silva – gosto do homem, e depois? – a presidente Dilma Rousseff, o príncipe Carlos com a Camila a reboque. Já foram os anéis, mas ficaram os dedos prontos a enfiar outros emprestados por amigalhaços com olho esperto para a cobrança. Também, abonada a verdade, mais vela menos vela, mais peito de qualquer bicho enfeitado com arrebiques, mais ‘tira-gosto’ gelado, mais vinho de casta nossa, não afligem os donos das lojas onde nos penhoramos.

 

Bom mesmo, alegria apenas comparável no português típico/tipo quando a selecção chegar ao Europeu 2012, foi o arquitecto Souto Moura ter recebido o prémio Pritzker. Já Siza Vieira fora meritoriamente ganhador do prémio, equivalente a Nobel da Arquitectura se tal categoria o comité Nobel incluísse. Da valorosa criatividade nacional não existe dúvida, conquanto os jovens arquitectos emigrem para a Índia e outros remotos destinos por neste canto pejado de rotundas para eles não haver mercado de trabalho.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 07:13
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (25) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds