Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013

SISTEMA GOTAS

 

Jericó Santander                                                                        Roberto Bernardi (hiper-realismo)

 

Num duche convencional, são gastos 10 litros de água por minuto. Este programa da Universidade do Algarve permite que sejam gastos apenas 15 litros seja qual for o tempo demorado. Sistema consubstanciado num aparelho congeminado por um português. Há um ano que o inventor utliza o sistema. Diz que se sente lavadinho. Acredito. Seja comercializado e quem instala o aparelho sou eu.

 

Os dermatologistas asseguram que nos lavamos demais e, também por isso, proliferam doenças de pele. Uma lavagem do corpo sem detergente na forma de gel ou sabonete é suficicente. Mas herdámos hábitos de asseio dos árabes. Os países do Norte e Centro da Europa tomam-nos por peculiares na necessidade do duche diário. Passar pelo corpo toalhistas molhadas basta às francesas _ dos equivalentes rituais masculinos em França, nada sei. 

 

Nos países escandinavos, puxar o autoclismo de noite é falta ao respeito devido ao sono tranquilo dos outros. Configuro o fedor matinal. A sanita como penico comunitário da família. Preferível a mesinha de cabeceira antiga com a porta inferior destinada a alojar o vaso dos dejectos noturnos – somente o responsável pelos serviços lhe sente o incómodo.

 

Pensado para cabinas de hidromassagem, do investimento inicial  é dito ser compensado ao fim de um ano pela redução da fatura da água. Passível de ser aplicado aos chuveiros comuns. Pelo reaproveitamento da água, o planeta e quem nele habita agradecem.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 07:40
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

IDEIAS SOLIDÁRIAS OU NÃO

Roberto Bernardi, Tad Susuki

 

De colaborador/leitor, motivos de reflexão.

 

“ A Sicasal é uma empresa portuguesa cujas instalações fabris foram parcialmente destruídas por um enorme incêndio, pondo em causa o emprego de 150 dos seus mais de 500 trabalhadores. A administração teve a dignidade de comunicar que não despediria um único trabalhador, tendo os próprios colaboradores desde então trabalhado na recuperação e limpeza das instalações. No meio da tragédia, a administração assegurou ainda que ninguém seria despedido e garantiu que nem sequer haveria perdas salariais para os trabalhadores, os quais se disponibilizaram de imediato para trabalhar, se necessário, 24 horas seguidas para ajudar à retoma da produção, dando assim um extraordinário exemplo de civilidade! Surgiu então esta ideia de adquirir produtos da Sicasal para entregar ao Banco Alimentar.                                                                                  

                                                                            

CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

 

Não só ajuda quem merece, como também ajuda quem necessita. Compre enlatados Sicasal e entregue-os no Banco Alimentar.” 

                                            

 

 

_ “A partir de hoje e de isto, ninguém poderá dizer que não leu, que não 'viu' ou que não percebeu a ausência de tema no escrito; no seu ou no alheio...

 

«O talento, de qualquer maneira, é sempre, e por definição, exibicionista;

[…]

Na não-ficção de cariz político, em particular, a exibição de um “estilo” é muitas vezes interpretada como uma indesculpável falta de tacto – como arrotar durante a missa.

[…]

nenhum estilo no mundo é uma licença para abdicar do discernimento e besuntar de poesia qualquer conveniente fuga à realidade.

[…]

Quando um estilo pessoal foi sendo consolidado por vigilância fanática contra o lugar-comum, é natural que essa vigilância acabe por infiltrar o processo de raciocínio. *

[…]

Não há melhor “estilo” do que aquele que nos ensina pacientemente a identificar as suas delinquências ocasionais."

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

Sugestão de Veneno C.

 

publicado por Maria Brojo às 05:39
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 10 de Maio de 2011

LÓGICA ENGANOSA

Autor que não foi possível identificar, Roberto Bernardi

 

O desenvolvimento e aparecimento do plástico desde o início do séc. XX, revolucionou o mundo dos materiais devido ao baixo custo, diversidade, versatilidade de design e variegadas cores. Facilitou vidas – o pesado cântaro de ir à fonte e objectos de cozinha em metal foram, progressiva e vantajosamente, substituídos pelos leves e resistentes plásticos – adeus «palha de aço», viva a facilidade! O século XXI talvez venha a ser chamado como o século dos ‘Novos Materiais’. E existem e estão aí como escravos e escravistas.

 

A degradação dos vários materiais utilizados surge, frequentemente, associada à ilusão que depositá-los em qualquer sítio tem solução garantida. Lógica enganosa. Puro marketing ambiental – alimenta o consumo sem o comprometer, licencia a irresponsabilidade do consumidor. Esquecida a separação dos resíduos recicláveis, vem a degradação prolongada por meses e anos, a libertação de substâncias com efeito estufa (dióxido de carbono e metano*), o impacto no ambiente superior ao de resíduo inerte, poluição visual, consumo e desenvolvimento sustentáveis. Que conceitos são estes?

_ “Consumo Sustentável é saber usar recursos naturais na satisfação das necessidades actuais, sem comprometer necessidades e aspirações das gerações futuras.”

_ “Desenvolvimento Sustentável consiste em satisfazer necessidades e aspirações da geração actual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras bastarem necessidades próprias.”

 

“O ‘Consumo/Desenvolvimento Sustentável’ obriga a:

- optimização/minimização do uso de recursos naturais;

- optimização/minimização do consumo de energia;

- redução de perdas e reaproveitamento;

- uso racional e preservação da qualidade da água

_ minimização de emissões;

- poupar para que as gerações futuras possam usufruir, optar, gerir, decidir, sobreviver.”

 

As gerações recentes, pela pedagogia escolar, estão mais conscientes destes e outros problemas ambientais. Que as famílias lhes ouçam recomendações e sigam os preceitos.

 

Se ontem foi referida a lenta degradação da maioria dos plásticos, a poluição assassina nos oceanos é documento na bica matinal.

 

* O metano em aterros, oriundo de materiais biodegradáveis, é problema durante anos a fio, mais de um século após o encerramento do aterro.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 06:27
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 23 de Junho de 2010

SOBRE O ‘GRANDE SACANA’

 

Roberto Bernardi

 

Pagamento das SCUTS. Rebelião mais a Norte do que a Sul por alegado roubo, incumprimento do prometido, exploração dos auto-mobilizados. Chips de matrícula considerados invasão de privacidade. Como se o século este fosse o dezanove e Orwell e Huxley não tivessem escrito nada. Como se cartões de crédito ou débito, vias-verdes, telemóveis, net não fossem súbditos do «Grande Sacana» olhudo e vigilante.

 

Gente ingovernável, diziam os romanos e digo eu. Espertalhona até à medula. Qual senso, qual cidadania qual quê estando em causa moedas/lentilhas? Menos Bolicaos, Oreos e Coca-Colas para as crianças? Nem pensar! Diminuir o consumo de frivolidades ou o peso do bife ou a quantidade de batatas fritas plásticas? Horror! Jamais tamanha despromoção! Racionalizar o gasto de água no duche, ao lavar os dentes? De energia – luz apagada, acesa a necessária? _ ‘Mania dos cusca-bichos que julgam ser eco-não-sei-de-quê e nem quero saber’.

 

Temos a gasolina mais cara da Europa é saber sabido. Nem assim aumenta o rácio ocupantes/automóveis. Fomos (somos?) desgovernados? Salvo freio nos dentes da governação e dos politiqueiros destacados os impeça de morder orçamentos, vício d’antanho. Ora, a gentiaga que esperneia há muito esqueceu a conjugação do verbo poupar e usa o desbaratar. Assim continue. Talvez recomece a cozinhar sopas tradicionais, a enfiar na lancheira das crianças sandes com manteiga, queijo, compota ou marmelada, leite e fruta. Talvez beba água da torneira com sais minerais e flúor que mata a sede e faz tão bem.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 06:28
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (7) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds