Quarta-feira, 2 de Julho de 2014

“DAS HISTÓRIAS NASCEM HISTÓRIAS”

 

Da exposição infanto-juvenil "Das Histórias Nascem Histórias", concebida por

Fernanda Fragateiro sobre o universo literário de Sophia de Mello Breyner Andresen

 

"Das histórias nascem histórias" é o título do projeto que Fernanda Fragateiro fez baseando-se em duas histórias de Sophia de Mello Breyner Andresen, "A Floresta" e "A Menina do Mar".
Eu e os meus irmãos fomos nas férias do Natal ao Centro Cultural de Belém ver a exposição.
A parte principal da exposição é constituída por uma espiral com 2,5 m de altura e 5 m de comprimento. A parte interior da espiral é azul e a Fernanda Fragateiro desenhou aí algas e animais marinhos. A parte exterior possui um fundo branco e sobre ele fez desenhos da floresta e de anões. Ao entrar na espiral senti que estava dentro dos livros de Sophia Andresen, num mundo de magia e alegria ou num conto de fadas.

Dois atores leram um pouco das duas histórias; eu já tinha lido os livros e adorei a menina de cabelos verdes, olhos roxos, de vestido feito de algas (...)

 

Nota: texto publicado na íntegra aqui.

 

CAFÉ DA TARDE

 

publicado por Maria Brojo às 13:43
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 20 de Maio de 2014

A FALÁCIA DO ESPANTALHO

    

Andrea Kowch – “No Tresspassing Scarecrow”                          Andrea Kowch – “The Catch”

 

E se mugíssemos em vez de usar palavras? Seria possível entendimento? Conseguindo os bovinos comunicar e acasalar por esse meio, os humanos melhores provas dariam. Estariam superiormente atentos à acuidade, à nuance do som, ao olhar e ao trejeito que mais falam do que a fala. Demasiadas vezes as palavras entopem diálogos. Ruídos, como se má sintonia e grão atafulhassem ecrã feito rosto com boca laboriosa na articulação convencionada.

 

Na expressão do pensamento existem os prolixos, os desconfiados, os contidos, os hipócritas, os genuínos, os mentirosos. Os pusilânimes. Os sofistas que Platão definiria como "impostores, caçadores interessados em jovens ricos, comerciantes didáticos e atletas em combate verbal, purificadores de opiniões, malabaristas de argumentos, mais verosímeis do que verdadeiros, mais sedutores do que plausíveis." Os falaciosos são subespécie cujo classificar mais parece identificação latina de vivos terrestres. Taxonomia outra.

 

A falácia do espantalho intriga por argumentar alicerçada no engano das posições do interlocutor. Trama ideia ou (…)

 

Nota - texto ainda quente. Integral aqui.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 09:41
link | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds