Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

“FAST PROFS”, “FAST” MEZINHAS

Sumi Kei

 

Soe dizer que determinados fenómenos são sinais dos tempos. Frase comum. As sociedades evoluem e pelos comportamentos e usos a reboque datam épocas. Assim acontece com a relação professor/aluno, professor/encarregado de educação.

 

Tempos houve em que o professor detinha autoridade e merecia respeito social. Por culpa própria e dos sindicatos e dos maiorais do sector educativo, a profissão aviltou-se também por ser a única que, salvo balconistas, paquetes, funcionários de limpeza, não carece de testes psicotécnicos e entrevistas personalizadas para o candidato ser admitido. Faltando emprego, qual o reduto de licenciados? _ O ensino e, falhada a hipótese, call centers ou super/hipermercados.

 

Entre as qualificações pedagógicas que “fast profs” não possuem, está o lidar com saber e autoridade isenta de autoritarismos – este último modo de estar na sala de aula emenda o soneto para pior - em situações problemáticas, quiçá agressivas. Professores vulneráveis por falta de talento ou preparação ou paixão ficam hesitantes, impotentes - piores das atitudes a tomar.

 

Workshops no Porto, 150 euros por sessão, ensinam o docente a prevenir agressões, manietar maus fígados de alunos ou seus responsáveis. Industriam professores a protegerem-se, a lobrigarem fugas rápidas, a pisadelas que surpreendam o agressor e, no entretanto, lhes permitam torná-los indefesos agarrando-os com pulsos fortes e treinados.

 

Esta é, entre outras, declarada falência do sistema de educação em Portugal.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 15:05
link | Veneno ou Açúcar? | ver comentários (5) | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds