Segunda-feira, 4 de Agosto de 2014

SWING, SWINGER. TWICE BLESSED?

     


A propósito do swing moda/in, recebi:

 

“Um árabe participa numa festa swing. Tem relações com algumas mulheres mas, na permuta, misturam-se alguns homens e acaba por ser «enrabado». No dia seguinte, surgem remorsos pelo bacanal. Vai à mesquita para se confessar ao Imã e obter perdão. Explica a noite swinger:
_ Bebi álcool, tive sexo com outras mulheres que não a minha e, no final, fui «enrabado».
O Imã confirma a gravidade dos actos. Para ser perdoado deve 15.000 euros à mesquita. Sai incomodado com o montante a doar.

 

No caminho, passa por uma igreja católica. Apesar de ser outra a sua crença, talvez consiga absolvição mais em conta. Entra. Fala com o padre e diz-lhe:
_ Fui a uma noite swinger, bebi álcool, fiz sexo com várias mulheres e fui «enrabado».
Compreensivo, o sacerdote suaviza a preocupação. Mesmo não sendo católico pode obter perdão divino entregando à paróquia 8.500 euros. O árabe sai aliviado pelo desconto no preço a pagar pelo esquecimento do pecado.
 

Dirige-se a uma sinagoga. Tenta-o averiguar se consegue absolvição por menor valor. Procura o rabino e conta-lhe que, não sendo judeu, está na sinagoga pela noite de orgia em que bebeu muito, fez sexo com várias mulheres, foi «enrabado» e tem remorsos. O rabino ouve-o atentamente. Informa-o que para obter o perdão deve voltar no dia seguinte com refrigerantes, biscoitos, bolos, doces e outras guloseimas; tudo obviamente kosher.

 

O árabe surpreende-se e alegra-se por cumprir penitência com tão pouco. Inquire o rabino:
_ É tudo que tenho que fazer? O imã pediu-me 15.000 euros e o padre católico pediu-me 8.500. Tem a certeza da justeza do que me cobra?
Responde o rabino:
_ Absolutamente! É assim entre nós. De cada vez que «enrabam» um árabe, festejamos!"

 

CAFÉ DA MANHÃ
 

 

publicado por Maria Brojo às 00:22
link | Veneno ou Açúcar? | favorito
Sexta-feira, 23 de Agosto de 2013

ESPÉCIE DE SONATA

 

Autor que não foi possível identificar                                                                           Jennifer Garant

 

Desfolho memórias dos soalheiros entardeceres nos campos de golfe algarvios. Sinto o aroma manso dos pinheiros, vejo o ouro solar esbanjado no tapete verde, lembro multiplicados arco-íris caídos em gotas aspersas na relva/tapete, o cascalho desembocando em miradouros e falésias e recantos debruçados na língua arenosa, confinando um mar indeciso entre o turquesa e o esmeralda.  Lembro mais: a paz, os carreiros rumo ao apetecido «buraco» - salvo seja!, que apetites há muitos e brejeirice nos buracos também - ou ao banco de privilegiado cenário em que o livro descansa, por momentos, no regaço.

 

O swing no driving range arrisca, ao espreguiçar-se no tempo, introduzir tédio num jogo de sentidos e serenidade. Corpo e razão. Estímulo do empirismo primacial. Vagar e controle. Ida a fase primeva, troquei a seguinte por dispersas caminhadas após o duche de final de dia, quando estio. Cabelos pingando as costas, pele brilhante pelo do fluido cremoso que a perfumou, sapatos rasos, vestido leve seguindo, atrevido, no ar a brisa. Tacos alguém os carrega. O livro ficou comigo. Detenho-me no piado das aves e na inclinação da luz.


Com o ténis o mesmo. O «serviço» adequado troco-o pela surpresa de um brilho na árvore até aí discreta, uma gargalhada é apetite maior que a certeza duma «esquerda» sem defeito. De seguida, centro habilidade e o adversário que se cuide, que isto de apoucar a natural competitividade não me descreve. Divertem-me, sim, os que odeiam perder, mesmo sendo feijões o troféu. Pelejam na vida por coroas de lata pintada. Ostentam no peito inchado a faixa de campeões do bairro. Nela, pendurados, feitos voláteis como balões. O que me intriga é porque destes não aproximamos fina agulha de crochet.

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

publicado por Maria Brojo às 11:35
link | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Olá. Posso falar consigo sobre a sua tia Irmã Mar...
Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds