Terça-feira, 3 de Fevereiro de 2015

O CONTORNO CEGO DO AMANTE

Joseph_Wright_of_Derby__The_Corinthian_Maid__c_178

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Joseph Wright of Derby – “The Corinthian Maid”, 1782

 

 

Separar das trevas o dia pela feitura da luz terá sido a primeira obra do Criador. Luz primordialmente entendida como marcha atinada de corpúsculos, depois como onda veloz, hoje sabida como procissão de «nadas» que ondulam energia pura e nula massa: os fotões.

 

 

Para deleite do ver a existência de luz é condição. Seja diurna ou noturna a parte do dia, o iluminado é protetor; o negrume inspira temores pelo perigo que pode esconder. Nas paisagens visuais é assim e são as que privilegiamos. Outras há para afinados sentidos como o cheiro, o tato, o ouvido e o sabor. Percorrendo trilho avulso com olhos vendados, que paisagem reteria o olfato das silvas, canas, morangueiros silvestres, violetas, dentes-de-leão ou funcho? Um a um comporiam o desenho olfativo do lugar, ou reteríamos soma confusa sem as parcelas nomear? Quem diz visão, diz paisagens tácteis, gustativas ou sonoras. Num bosque - jamais entendi porque abundam no mundo e por cá se resumem a bouças, matas e matagais - palpados os caules, as folhas, o chão, a que detalhes resumiríamos a descrição? Exemplo é o contorno cego do amante dormido prestes a desembocar na guerra apenas munido de lança e do seu cão. E como o conseguiu a enamorada filha do oleiro de Corinto? _ Por via das faíscas intensas e das brasas aos pulos na fornalha ardente do seu pai.

 

 

A Exposição Universal de Paris em 1900 - megaevento para comemorar a mudança do século - foi provavelmente(…)

 

 

Nota - Texto integral aqui

 

 

CAFÉ DA MANHÃ

 

 

 

publicado por Maria Brojo às 08:00
link | Veneno ou Açúcar? | favorito

últ. comentários

Olá Tudo bem?Faço votos JS
Vim aqui só pra comentar que o cara da imagem pare...
Olá Teresa: Fico contente com a tua correção "frei...
jotaeme desculpa a correcção, mas o rei freirático...
Lembrai os filhos do FUHRER, QUE NASCIAM NOS COLEG...
Esta narrativa, de contornos reais ou ficionais, t...
Olá!Como vai?Já passaram uns meses... sem saber de...
continuo a espera de voltar a ler-te
decidi ontem voltar a ser blogger, decidi voltar a...
Autor que não foi possível identificar: Andrew Atr...

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquisa

links

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds